Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Futebol

Alterada em 11/01 às 10h47min

Uefa divulga seleção de 2017 sem Neymar e com laterais brasileiros

A Uefa divulgou nesta quinta-feira (11) a seleção do futebol europeu em 2017, definida em votação pela internet, sem a presença de Neymar. O atacante brasileiro foi preterido pelos astros Cristiano Ronaldo e Lionel Messi no time ideal, escalado no esquema tático 4-4-2 e que conta com os brasileiros Daniel Alves e Marcelo.
Além da opção pelo português e o argentino para o ataque e pelos laterais brasileiros, a votação também apontou Buffon como o goleiro titular, com Chiellini e Sergio Ramos formando a dupla de zaga. Já o meio-campo ideal do futebol europeu em 2017 conta com Hazard, Modric, Kroos e De Bruyne.
A eleição promovida pela Uefa contou com 8,8 milhões de votos após a entidade europeia listar 50 jogadores, sendo cinco goleiros, 15 defensores, 15 meias e 15 atacantes. Além de Daniel Alves, Marcelo e Neymar, o futebol brasileiro também contava com outros três indicados: Casemiro, Alex Sandro e Fabinho.
Mas apenas os laterais foram escolhidos, com Neymar ficando de fora do time ideal da Uefa pelo segundo ano consecutivo, mesmo após protagonizar a maior transação da história do futebol ao trocar o Barcelona pelo Paris Saint-Germain antes do início da atual temporada.
A seleção divulgada nesta quinta-feira pela Uefa acabou sendo dominada pelo Real Madrid, que venceu a Liga dos Campeões da Europa na temporada passada, com cinco dos 11 jogadores sendo do time espanhol: Sergio Ramos, Marcelo, Kroos, Modric e Cristiano Ronaldo. Marcelo teve a segunda maior quantidade de votos - 70% -, atrás apenas de Sergio Ramos, com 73,7%.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia