Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 12/01 às 09h57min

Dólar perde força com exterior, após abrir em leve alta reagindo à S&P

O dólar já perdeu força e chegou a cair pontualmente na manhã desta sexta-feira (12), pressionado pelo exterior. Nos primeiros negócios, a moeda americana subiu moderadamente, reagindo ao rebaixamento, na quinta-feira (11) do rating soberano do País de BB para BB-, com perspectiva estável, pela agência de classificação de risco S&P Global.
Ajustes leves ante o real já eram esperados em razão do downgrade do País, tendo em vista que o dólar está mais fraco nesta sexta no exterior e o rebaixamento do País já vinha sendo cogitado desde meados de dezembro, em razão da deterioração fiscal das contas do governo Michel Temer e após o adiamento da reforma da Previdência, disse um operador de corretora de câmbio.
Às 9h24min desta sexta, o dólar à vista estava em alta de 0,02%, aos R$ 3,2167. Na mínima, recuou aos R$ 3,2142 e, na máxima, subiu aos R$ 3,2217, após a abertura, ante fechamento de quinta aos R$ 3,2156. Já o dólar futuro de fevereiro estava estável neste mesmo horário, em R$ 3,2235. Na mínima, ficou em R$ 3,2210 e na máxima, aos R$ 3,2295, ante fechamento na véspera aos R$ 3,2235.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia