Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Crédito

Notícia da edição impressa de 12/01/2018. Alterada em 11/01 às 22h31min

Bndes Giro é prorrogado até dezembro deste ano

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) prorrogou, até dezembro deste ano, sua linha de capital de giro, o Bndes Giro, com orçamento total de R$ 32 bilhões. Em 2017, o banco de fomento liberou R$ 7 bilhões em empréstimos para capital de giro. Para o diretor de Planejamento do Bndes, Carlos da Costa, a linha de crédito "é um sucesso". "O Bndes Giro tem sido um sucesso, tem socorrido muitas empresas que estavam com a corda no pescoço", afirmou Costa, ao apresentar mudanças na política operacional de crédito do banco de fomento.
Segundo o diretor, embora a atividade econômica esteja em recuperação, a economia "ainda está combalida". "As empresas ainda estão muito endividadas, com dificuldade de se financiar", disse Costa. Ao fazer ajustes na política operacional de crédito, o Bndes desfez parte das restrições impostas no início de 2017, ainda na gestão de Maria Silvia Bastos Marques. Um dos exemplos é a Finame, linha para bens de capital. Médias, pequenas e microempresas poderão, agora, ter até 100% do valor da compra de máquinas e equipamentos financiado pelo Bndes. Antes, o limite era 80%.
Nos demais produtos do Bndes, afora a Finame, o limite geral de participação do crédito mais barato do banco de fomento ficará mantido em 80%. "A gente tem certeza que essa modificação, que parece pequena, vai ter um impacto muito grande no caminho da inovação da PME", afirmou Costa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia