Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

aviação

11/01/2018 - 17h18min. Alterada em 11/01 às 17h21min

Fepam concede licença para ampliação da pista do aeroporto Salgado Filho

Pista, que tem atualmente 2.280 metros, será expandida em mais 920 metros

Pista, que tem atualmente 2.280 metros, será expandida em mais 920 metros


JONATHAN HECKLER/JC
Jefferson Klein
Um importante passo para uma obra muito cobrada pelo agentes logísticos do Estado foi dado nesta quinta-feira (11). A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) assinou a licença ambiental de instalação para a ampliação da pista de pouso e decolagem do aeroporto internacional Salgado Filho.
Na semana passada, o grupo alemão Fraport assumiu a gestão do complexo de Porto Alegre, por enquanto sob supervisão da Infraero (por, pelo menos, três meses). Entre as contrapartidas que a empresa comprometeu-se em cumprir para arrematar o aeroporto gaúcho, em leilão realizado no ano passado, está a expansão da pista. A estrutura, que tem atualmente 2.280 metros, será expandida em mais 920 metros. Para esse empreendimento, a companhia trabalha com um prazo até 28 de dezembro de 2021.
A empresa espera que a realocação das famílias que se encontram no entorno do aeroporto, ação necessária para ampliar apista, ocorra até outubro de 2019. Também será feita a reconstrução do sistema de dragagem, que aumentará a segurança no momento de decolagem e aterrisagem.
A diretora Executiva da Fraport Brasil, Andreea Pal, já informou anteriormente que a questão do deslocamento das famílias está sendo tratada com os governos municipal e estadual e o objetivo é fazê-la da forma mais pacífica e aceitável possível. A dirigente menciona que no aeroporto de Déli, na Índia, aempresajá viveu uma experiência semelhante.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Claudio Lemes Louzada 12/01/2018 10h57min
Boa notícia! Mas espero que a Fepam e a Fraport revisem sua intenção de aumentar a pista somente em 920 metros e permita que se estenda a pista em mais 1.220m e também aumente a largura dos atuais 42 para 60 metros, desse modo, a pista passaria a ter 3.500m por 60m (3.500 x 60m). Com essa característica de construção e engenharia, o aeroporto estaria capacitado a receber sem nenhuma restrição operacional TODAS as maiores aeronaves de carga e passageiros para voos internacionais de longa distância, fato que já ocorre nas principais cidades do mundo. Porto Alegre precisa de 3.500 x 60m imediatamente! Saudações,