Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

aviação

Alterada em 11/01 às 10h44min

EasyJet pode se juntar à Air France-KLM em leilão pela Alitalia

Áérea italiana decretou falência em maio de 2017 e busca lances para venda parcial ou total da empresa

Áérea italiana decretou falência em maio de 2017 e busca lances para venda parcial ou total da empresa


ALBERTO PIZZOLI/AFP/JC
A companhia de aviação low-cost easyJet pode se juntar à Air France-KLM no leilão para adquirir partes da Alitalia, informou o jornal Il Sole 24 Ore na sua edição impressa desta quinta-feira (11). A aérea italiana decretou falência em maio de 2017 e, desde então, busca lances para venda parcial ou total da empresa.
A manobra pode tirar o fundo de private equity Cerberus da disputa pela Alitalia devido à dificuldade de se fazer um lance sem um parceiro europeu, de acordo com a publicação. Anteriormente, a imprensa italiana havia noticiado que a easyJet poderia se aliar ao Cerberus.
Na segunda-feira, o ministro de Desenvolvimento Econômico da Itália, Carlo Calenda, disse ao Il Sole 24 Ore que a Alitalia tem três ofertas na mesa. "Imagino que os comissários vão dizer no final desta semana ou no início da semana que vem qual das ofertas é a melhor e, então, começar a negociar", afirmou.
Uma das ofertas é da alemã Lufthansa, que teria proposto 300 milhões de euros para adquirir tripulação, frota e slots da Alitalia, além do corte de 25% dos funcionários.
Às 9h05min, as ações da Air France-KLM caíam 3,39% na bolsa de Paris, enquanto os papéis da easyJet apontavam alta de 0,85% em Londres.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia