Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 04 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Serviços

Notícia da edição impressa de 04/01/2018. Alterada em 04/01 às 15h52min

Grupo português prevê mais hotéis Moov no Rio Grande do Sul

Fachada da construção do Cine Astor, de 1923, será preservada para erguer os 10 andares do Moov

Fachada da construção do Cine Astor, de 1923, será preservada para erguer os 10 andares do Moov


SERGIO LOURUZ/PMPA/JC
Patrícia Comunello
O hotel de bandeira portuguesa Moov - que será erguido no terreno que abrigou, por 70 anos, o Cine Astor, na zona Norte de Porto Alegre - não será o único empreendimento do Endutex Hotéis no Rio Grande do Sul. Nos planos da empresa, que integra o grupo Endutex, estão mais unidades na Capital, no interior gaúcho, no Paraná e depois pelo Brasil. A unidade, que começará a ser construída em janeiro na zona Norte, será a segunda da bandeira, que segue padrão de preços da hotelaria econômica, com diária média de R$ 190,00.
O primeiro hotel Moov estreia em março no bairro Batel, em Curitiba, com 124 quartos e aporte de R$ 24 milhões. Mas o da Capital será maior, com 149 leitos, e investimento de R$ 32 milhões, com recursos da empresa dona e operadora da bandeira, informou o diretor-geral do braço de hotéis no País, Carlos Daniel Brites. "Estamos avaliando oportunidades de negócio em Porto alegre e em outros municípios gaúchos e Paraná. Durante 2018, será iniciada também a avaliação de oportunidades em outros estados", disse Brites.
O empreendimento na avenida Benjamin Constant terá 10 andares e será concluído em dois anos. Brites citou que estudos indicaram que há mercado para o perfil de hotel. O diretor destacou que o projeto adota certificação ambiental, "design contemporâneo e elementos de boa qualidade para que a parte econômica seja apenas a tarifa". A compra do terreno da Mansão Empreendimentos Imobiliários ocorreu em 2014. Desde então, a Endutex se dedicava ao projeto e aos licenciamentos em órgãos municipais, explicou o diretor. A empresa abriu escritório em Porto Alegre em 2013, e a sede no Brasil migrará para o endereço do futuro hotel. 
Ontem, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smans) noticiou a liberação da Licença de Instalação (LI) das obras. Segundo o diretor, diversas empresas vão atuar na execução, maioria locais. A preservação da fachada foi orientada pela equipe de Patrimônio Histórico e Cultural e do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural. A licença autoriza o transplante de uma figueira nativa e a remoção de cinco árvores, com plantio de mudas em outras áreas como compensação. A restauração da fachada será feita em uma segunda etapa da construção, após as fundações e contenções do terreno. 
O Cine Orpheu, como se chamava originalmente, chegou a ter 1.891 lugares, foi inaugurado em 1923 e projetado por Eduardo Pufal. A sala combinava sessões de cinema com músicos e artistas. Em 1963, passou a se chamar Cine Astor, nome com o qual encerrou as atividades, em 1993.
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2018/01/04/206x137/1_hotel_moov_porto-1711929.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5a4e684b24056', 'cd_midia':1711929, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2018/01/04/hotel_moov_porto-1711929.jpg', 'ds_midia': 'Fachada de Hotel Moov em Porto, em Portugal, que já foi cinema Águia DENTITY_apos_ENTITYouro, projeto restauração grupo Endutex - preservação de fachadas para hotéis ', 'ds_midia_credi': 'Endutex Hotéis/Divulgação/JC', 'ds_midia_titlo': 'Fachada de Hotel Moov em Porto, em Portugal, que já foi cinema Águia DENTITY_apos_ENTITYouro, projeto restauração grupo Endutex - preservação de fachadas para hotéis ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '620', 'cd_midia_h': '620', 'align': 'Left'}
Fachada de antigo cinema em Porto emoldura o primeiro hotel da rede. Foto: Endutex/Divulgação/JC
Não será o primeiro projeto que a Endutex implanta em área que já teve cinema. A rede começou na cidade do Porto, em Portugal, e teve sua primeira unidade justamente onde operava uma sala, que se chamava Águia D'ouro. Brites lembra que a fachada também foi preservada. Além das unidades previstas para o Brasil, a Endutex tem três em território português - duas no Porto e uma em Évora. Outras duas filiais vão ser instaladas em Lisboa.
A Endutex tem outro braço de operação no Rio Grande do Sul. Fica em Três Coroas a única industrial brasileira, no segmento de componentes têxteis técnicos para a produção calçadista. A fábrica soma 200 empregos, está em operação desde 1998 e faz parte do principal ramo de atuação do grupo, segundo o diretor. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia