Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Tributos

Notícia da edição impressa de 07/02/2018. Alterada em 06/02 às 18h01min

Sebrae-RS oferece soluções gratuitas para o MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma modalidade que permite ao empreendedor atuar por conta própria, legalizada e com valores mais baixos de contribuição. Para auxiliar os empresários a entenderem melhor esse universo e se tornarem cada vez mais capacitados em suas funções, o Sebrae-RS possui uma série de ferramentas on-line de acesso fácil e gratuito. O conteúdo pode ser acessado no endereço https://goo.gl/1ECnc8.
Em 2014, a tradicional barraca Pipoca do Bira, que atua há mais de 20 anos no centro de Porto Alegre, se formalizou como microempreendedor individual. A iniciativa marcou uma importante transição, coordenada por Israel Rosa, filho do proprietário, que incluiu no negócio a grande cultura de uma empresa. Rosa largou o emprego da época e passou a se dedicar totalmente ao empreendimento do pai. "Costumo dizer que o negócio nasceu há três anos, apesar de toda a experiência anterior, porque começamos do zero: fabricamos o carrinho, fizemos identidade visual e focamos no relacionamento. Não tem por que o MEI não se ver como uma grande empresa", conta.
Além de atuar de forma registrada, a categoria permite isenção de taxas para a formalização; redução da burocracia; cobertura previdenciária para o empreendedor e seus familiares; redução da carga tributária com imposto fixo mensal; possibilidade de fornecer para o governo e outras empresas; possibilidade de emitir nota fiscal; e segurança para exercer sua atividade de forma legal.
Para ser MEI, o faturamento anual não pode ser maior que R$ 81 mil, não pode ter participação de sociedade em outra empresa e deve contar com, no máximo, um colaborador. Para acessar o conteúdo, basta preencher um rápido cadastro, ressaltando se já possui empresa ou pretende abrir uma, e visualizar o passo a passo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia