Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

Relações Internacionais

Alterada em 28/12 às 20h51min

Trump ataca China após transferência de petróleo para a Coreia do Norte

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, utilizou o seu perfil no Twitter para atacar a China após notícias de que navios chineses transferiram petróleo para navios da Coreia do Norte indevidamente. Para o republicano, "nunca haverá uma solução amigável para o problema da Coreia do Norte se isso continuar a acontecer".
Nesta quinta-feira, Trump comentou que a China foi "pega em flagrante", acrescentando que ele se sente "decepcionado com o fato de a China permitir que o petróleo entre na Coreia do Norte". Trump não deu detalhes adicionais.
Nesta semana, o jornal sul-coreano Chosun Ilbo citou funcionários não identificados que afirmaram que navios chineses transferiram petróleo para navios norte-coreanos cerca de 30 vezes desde outubro. O Ministério das Relações Exteriores da China defendeu a aplicação das sanções da Organização das Nações Unidas (ONU), enquanto um porta-voz disse que não tinha informações sobre a transferência de petróleo, mas defendeu Pequim, ao dizer que o governo aplicou rigorosamente as restrições comerciais. Fonte: Associated Press.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia