Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 06/12/2017. Alterada em 05/12 às 21h20min

Cléa Carpi, uma advogada

Ricardo Breier
Em nossas vidas, é fundamental termos referências positivas e inspiradoras. Pode ser na família, na vida profissional ou até mesmo alguém que não conhecemos, mas que, através de suas atitudes, serve como referência. A advocacia do Rio Grande do Sul tem alguns nomes que são esta fonte de inspiração. E, durante a XXIII Conferência Nacional da Advocacia Brasileira, realizada em São Paulo, uma homenagem consagrou Cléa Carpi da Rocha. A advogada gaúcha foi a primeira mulher a ser agraciada com a Medalha Rui Barbosa em 86 anos, a mais alta comenda da advocacia brasileira. Atual conselheira federal e primeira mulher a presidir a OAB-RS, temos em Cléa uma constante fonte de inspiração. Seus posicionamentos nos ensinam. Sua firmeza nos impressiona.
Sua capacidade de diálogo é marcante. Seus conselhos nos orientam. Seu sorriso cativa. Em temas polêmicos, como a votação no Conselho Federal da OAB sobre a abertura de pedido de impeachment contra dois presidentes da República, suas manifestações foram acompanhadas do silêncio respeitoso dos colegas que buscaram ouvir os argumentos de Cléa. A ex-presidente da Ordem gaúcha já foi agraciada com o Prêmio Bertha Lutz, concedido pelo Senado Federal, e integra a Associação Americana de Juristas (AAJ) e a Associação Internacional dos Juristas Democráticos (AIJD).
Já participou de sessões da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Integrou, ainda, a delegação oficial brasileira na Conferência do Cairo sobre População e Desenvolvimento, em 2004. Participou como observadora de conferências da Organização das Nações Unidas (ONU) em Beijing, Istambul e Cairo. Especializada em Direitos Humanos, atuou também na luta pelo Estado Democrático de Direito e no processo de redemocratização do Brasil nos movimentos Diretas Já e pela anistia. Cléa Carpi entrou para a história como a primeira mulher a ser agraciada com a Medalha Rui Barbosa. A sua luta representa um novo momento para a advogada dentro da OAB-RS. Um orgulho para os gaúchos. Um reconhecimento merecido. Antes de tudo, Cléa Carpi é uma advogada.
Presidente da OAB-RS
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia