Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Vídeos JC

COMENTAR

Entrevista Especial


Clínica do Testemunho para apoio a vítimas da ditadura pode acabar

Publicado em 27/12/2017 - 14h34min.

O projeto Clínicas do Testemunho, iniciativa do Estado brasileiro voltada ao tratamento psicológico a vítimas da ditadura militar e seus descendentes, pode não ser renovado, alerta o coordenador no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o psicanalista Otávio Augusto Winck Nunes. Em entrevista especial ao Jornal do Comércio, Nunes destaca a importância do trabalho, lamenta as mudanças na execução, efeito de trocas na composição da Comissão de Anistia, desde que o presidente Michel Temer (PMDB) assumiu.
Esta seção tem o apoio do
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia