Porto Alegre, sexta-feira, 01 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Ex-general que bebeu veneno após sentença é homenageado na Croácia

Bandeiras e velas acesas foram colocadas em uma praça de Zagreb, capital da Croácia, para homenagem o general Slobodan Praljak, que morreu na última quarta-feira (29) após beber veneno durante seu julgamento no tribunal de Haia, na Holanda. O croata, de 72 anos, era um dos seis ex-líderes do país julgados por crimes contra a humanidade durante a Guerra da Bósnia (1992-1995). Ao escutar que sua pena de 20 anos de prisão havia sido mantida, Praljak se levantou, disse que não era um criminoso de guerra e bebeu o líquido de um pequeno frasco de vidro. Em seguida, disse ao juiz que presidia a sessão: "Tomei veneno". O julgamento foi imediatamente suspenso e, horas depois, a morte de Praljak foi confirmada pelo tribunal por meio de um comunicado.
 

FOTO STRINGER/AFP/JC