Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Liga dos Campeões

06/12/2017 - 20h13min. Alterada em 06/12 às 20h18min

Ronaldo alcança marca e, classificado, Real derrota o Dortmund em casa

Cristiano Ronaldo tentou de primeira aos seis, mas jogou rente à trave

Cristiano Ronaldo tentou de primeira aos seis, mas jogou rente à trave


JAVIER SORIANO/AFP/JC/
Depois de dois empates seguidos, o Real Madrid reencontrou o caminho das vitórias nesta quarta-feira ao derrotar o Borussia Dortmund por 3 a 2, em casa. Já classificado às oitavas de final da Liga dos Campeões, o time espanhol precisava do triunfo para espantar o mau momento, e contou novamente com Cristiano Ronaldo, que se tornou o primeiro jogador a marcar em todos os jogos da primeira fase da competição.
Em termos de classificação, porém, o resultado nada mudou. O Real já estava com a segunda vaga do Grupo H garantida e apenas foi aos 13 pontos. Ficou atrás do Tottenham, que encerrou a primeira fase com um triunfo sobre o APOEL Nicósia e chegou a 16 pontos. Para o Dortmund, restou a terceira posição na chave e a vaga na Liga Europa.
Nesta quarta, o Real começou a todo vapor e arriscou pela primeira vez aos dois minutos, com Cristiano Ronaldo. Mas foi aos sete que a equipe abriu o placar. O português recebeu com liberdade pela esquerda, cortou para o meio e tentou o passe para Isco. O meia não conseguiu o domínio, mas a sobra ficou com Borja Mayoral, que foi esperto para dar belo toque por cobertura.
O time espanhol tinha amplo domínio, encontrou um Dortmund atônito e aproveitou para ampliar quatro minutos depois. Após cruzamento da direita, Kovacic dominou e tocou para Cristiano Ronaldo. O português dominou e bateu com estilo, no ângulo esquerdo do goleiro, para marcar um golaço.
Theo Hernández ainda assustou mais uma vez antes que o Dortmund finalmente acordasse. Aos 26 minutos, Pulisic fez ótima jogada e tocou para Kagawa, mas o japonês parou em Navas. Oito minutos depois, Aubameyang recebeu passe preciso de Bartra e ficou sozinho na área, mas pegou mal na bola e jogou para fora.
Aos 41, foi a vez de Isco fazer bela jogada pela esquerda e tocar para Mayoral, que bateu rente à trave. Mas o Dortmund era melhor e diminuiria no minuto seguinte. Schmelzer aproveitou cochilo de Isco, avançou pela esquerda e cruzou na cabeça de Aubameyang, que finalizou para a rede.
O time alemão voltou embalado para a etapa final e chegaria ao empate logo aos três minutos. Kagawa recebeu na intermediária e deu belo toque de letra para Aubameyang. Em posição duvidosa, o atacante ficou de frente para Navas, mas parou no goleiro. Para sua sorte, a sobra ficou com o próprio gabonês, que deu lindo toque por cobertura para empatar.
Desta vez, foi o Real Madrid que acordou com o gol e passou a pressionar intensamente o Dortmund. Cristiano Ronaldo tentou de primeira aos seis, mas jogou rente à trave. Ceballos também arriscou e errou o alvo, aos 18. Mas depois de tanto insistir, o terceiro saiu aos 35. Mayoral ajeitou de cabeça para Lucas Vázquez, que emendou de primeira no canto esquerdo do goleiro.
TOTTENHAM ATROPELA - Na outra partida da chave, o Tottenham nem precisou de todos os seus titulares para vencer com facilidade e encerrar em alta sua ótima campanha na primeira fase. Com um time misto, Llorente, Son e N'Koudou marcaram para garantir o triunfo por 3 a 0 sobre o APOEL Nicósia, em Wembley.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia