Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga dos campeões

Alterada em 05/12 às 20h29min

United vira em 2 minutos e confirma vaga na Liga dos Campeões; Basel passa em 2º

Marcus Rashford salta para comemorar o tento do United contra os russos

Marcus Rashford salta para comemorar o tento do United contra os russos


OLI SCARFF/AFP/JC
Na chave mais equilibrada da Liga dos Campeões, o Manchester United não quis saber de azar e fez a sua parte. Mesmo tomando um susto no primeiro tempo, o time comandado pelo técnico português José Mourinho derrotou de virada o CSKA Moscou por 2 a 1, nesta terça-feira, e confirmou a sua classificação às oitavas de final como o primeiro colocado do Grupo A. Os gols ingleses saíram em um intervalo de apenas dois minutos entre eles.
Na tabela de classificação, o Manchester United fechou a fase de grupos com 15 pontos. Só teve uma derrota - para o Basel, que nesta terça-feira ganhou do Benfica por 2 a 0, no estádio da Luz, em Lisboa, e avançou no segundo lugar com 12. Derrotado na Inglaterra, o CSKA Moscou ficou em terceiro com nove pontos e tem o consolo de poder disputar a segunda fase eliminatória da Liga Europa. Grande decepção, o clube português conseguiu a proeza de perder os seis jogos que fez nesta fase da Liga dos Campeões.
Em campo, o Basel foi o primeiro a marcar, logo aos cinco minutos de jogo, com Mohamed Elyounoussi. O resultado classificava o time suíço, que a partir daí passou a administrar o confronto. Na Inglaterra, o Manchester United sofria para passar pela defesa russa e levava sustos em esporádicos contra-ataques. O problema é que um deles foi certeiro, aos 45, com o gol de Alan Dzagoev.
Os jogos foram para o intervalo com os três clubes empatados com 12 pontos. Para sorte, e pela competência no confronto direto, o Manchester United só corria risco de eliminação se fosse goleado A briga mesmo estava entre Basel e CSKA Moscou e quem se deu melhor foi a equipe da Suíça.
Em Lisboa, o Basel fez o segundo gol com Dimitri Oberlin, aos 20 minutos, e sacramentou a vitória. Quase ao mesmo tempo, o Manchester United tratou de colocar as coisas em ordem e restabelecer a posição de favorito. Em apenas dois minutos conseguiu a virada em jogadas rápidas. No primeiro, aos 19, o centroavante belga Romelu Lukaku apareceu livre na área para completar. Aos 21, Rashford recebeu de Juan Mata na área, pela esquerda, acertou um belo chute cruzado e rasteiro para definir tudo no Grupo A.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia