Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Notícia da edição impressa de 08/12/2017. Alterada em 08/12 às 14h44min

Obras de ampliação do aeroporto de Passo Fundo serão finalizadas até 2020

Reforma do aeroporto começa em 2018 e levará 22 meses para ser concluída

Reforma do aeroporto começa em 2018 e levará 22 meses para ser concluída


Alex Borgmann/Prefeitura de Passo Fundo/Divulgação/JC
Jefferson Klein
Se não houver contratempos, as obras de ampliação do aeroporto Lauro Körtz, de Passo Fundo, começam em 2018 e levarão 22 meses para serem concluídas. A ação prevê a reforma e a expansão de pavimentos aeroportuários, ajustes de faixas e áreas de segurança, implantação de terminal de passageiros e seção contra incêndio, auxílio para navegação aérea e serviços complementares visando à operação de aeronaves da categoria 3C (como o E190, da Embraer, ou o B737, da Boeing).
Na tarde dessa quinta-feira, no Palácio Piratini, os governos federal e estadual assinaram o termo de compromisso que define o investimento de cerca de R$ 45 milhões no empreendimento. Do total, 97% dos recursos serão provenientes da União, e o restante será disponibilizado pelo Estado. O evento, que atrasou cerca de 50 minutos, contou com a presença de quatro ministros: dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella; da Casa Civil, Eliseu Padilha; do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra; e do Trabalho, Ronaldo Nogueira. Vários políticos como deputados, prefeitos, vereadores e secretários também estavam presentes no encontro.
Na ocasião, o governador José Ivo Sartori adiantou que a meta é publicar o edital das obras até o início de 2018. O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo (PSB), informa que o aeroporto hoje tem capacidade para receber apenas uma aeronave em seu pátio e, com a reforma, esse número poderá ser elevado para seis aviões. Atualmente, o complexo somente mantém voos para as cidades de São Paulo e de Florianópolis, mas Azevedo espera que, com as melhorias, mais rotas possam ser acrescentadas.
Já o secretário estadual dos Transportes, Pedro Westphalen, destaca que, nos últimos três anos, o fluxo de passageiros pelo aeroporto de Passo Fundo saltou de 53 mil pessoas anualmente para 166 mil.
Além do investimento em Passo Fundo, o ministro dos Transporte, Maurício Quintella, acrescenta que, de 2017 a 2019, outros aeroportos gaúchos receberão recursos do governo federal. Entre essas estruturas estão as de Santo Ângelo, Santa Maria, Bagé, São Borja e Gramado/Canela (não está definido em qual dos dois municípios será situado o aeroporto da região das Hortênsias que receberá os aportes).

Relação das Obras

  • Novo Terminal de Passageiros (TPS)
  • Novo Pátio de Aeronaves
  • Nova Seção Contra Incêndio (SCI)
  • Novo Estacionamento de veículos
  • Implantação da Área de Segurança de Fim de Pista (Resa )
  • Recuperação da Pista de Pouso
  • Implantação de Auxílios à Navegação Aérea
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia