Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 07 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 07/12 às 18h23min

Ouro cai pressionado por dólar e expectativa de aumento de juros nos EUA

O contrato do ouro caiu para o menor nível desde julho, pressionado pelo dólar mais forte e preocupações dos investidores sobre juros maiores nos Estados Unidos.
O contrato para fevereiro, negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), caiu 1,02%, a US$ 1.253,10 por onça-troy.
Os preços permaneceram numa faixa entre US$ 1.265 e US$ 1.300 durante a maior parte do mês passado, mas analistas dizem que os obstáculos para o metal estão mais evidentes ao passo em que se aproxima a reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).
Juros maiores e um dólar mais caro prejudicam o ouro, que fica mais caro e menos atrativo para investidores em busca de rendimentos.
Espera-se que o Fed eleve os juros pela terceira vez no ano, na próxima semana, e a maioria dos investidores aguarda várias elevações em 2018. A perspectiva para os juros tem sido um dos principais fatores que afastam o ouro de suas máximas do ano, registradas em setembro, em mais de 7%
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia