Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 07/12/2017. Alterada em 06/12 às 21h42min

Arrozeira de Pelotas é interditada

A filial da unidade industrial Pelotas, da Nelson Wendt Alimentos, teve máquinas e atividades interditadas ontem. A interdição paralisa a produção da arrozeira. A decisão do Ministério do Trabalho (MT) resulta da segunda operação conjunta, realizada segunda e terça-feira, com o Ministério Público do Trabalho (MPT). A força-tarefa fiscaliza condições de saúde e segurança nos postos de trabalho nas indústrias orizícolas gaúchas.
A desinterdição, mesmo que condicional, só será concedida pelo MT quando adequados os problemas de grave e iminente risco. Durante a paralisação das máquinas e atividades, os empregados devem receber os salários regularmente, como previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O MT deverá entregar, também, em aproximadamente um mês, autos de infração adicionais.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia