Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 07 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Vinicius Ferlauto

Giro Rápido

Notícia da edição impressa de 08/12/2017. Alterada em 07/12 às 20h58min

Exterior na mira

A MAN Latin America, que está prestes a fechar 2017 com seu maior volume de exportações dos últimos cinco anos, se prepara para resultados ainda melhores em 2018. A montadora reforçará sua internacionalização com a produção da nova linha de caminhões Delivery e do ônibus Volksbus 14.190 SCD no México, a montagem de caminhões Worker na Nigéria e o fortalecimento em vendas e assistência técnica na América Central. Presente em mais de 30 países, a MAN Latin America já ultrapassou 136 mil veículos exportados ao longo de 36 anos de operação. Com fábricas em Resende (RJ) e Querétaro, no México, também envia kits desmontados para a parceira MAN Truck & Bus na África do Sul. Os embarques programados até o final do ano totalizarão 3.900 unidades - o maior volume de todos os tempos, crescimento de 60% apenas em 2017.
Terceiro mandato
Pele terceira vez consecutiva, o empresário Fernando Esbroglio foi escolhido presidente do Sincodiv/Fenabrave-RS, agora para o triênio 2018-2020. A chapa encabeçada por ele não teve oposição na entidade, cujo objetivo é defender os interesses dos concessionários de veículos em geral. "Trabalharemos para manter a rede saudável e atenta às novas regras para que o mercado se fortaleça e possamos manter nossa importância no desenvolvimento da economia do País", declarou Esbroglio.
Soluções em mobilidade
A Ford promoveu um encontro com startups voltadas à área de mobilidade para incentivar a troca de experiências e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas compartilhadas, que futuramente poderão ser incorporadas aos seus veículos, visando a facilitar os deslocamentos e a vida dos consumidores. O Ford Startup Matchmaking Day aconteceu na sede da montadora em São Bernardo do Campo (SP), em parceria com o Sebrae, e reuniu 13 startups, que apresentaram diferentes propostas, desde sistemas de gestão para seguradoras e frotas, entregas porta a porta e serviços de apoio e segurança, até a compra e venda de veículos on-line.
Parceria estratégica
A Fras-le S.A. e a ASK Automotive (P) Ltd., fabricante indiana de materiais de fricção, assinaram, em Caxias do Sul (RS), acordo para a criação de uma joint venture. Pelos termos do acordo, as companhias planejam formar uma parceria estratégica para a produção e o fornecimento de lonas e pastilhas de freio para veículos comerciais para os mercados de reposição e montadoras. A nova empresa operará sob o nome de ASK Fras-le Friction Private Limited, atendendo aos mercados de Índia, Bangladesh, Nepal e Sri Lanka. A joint venture se estabelecerá com investimento de US$ 5,1 milhões na operação da ASK por parte da Fras-le, que terá 51% das ações da nova empresa.
Atravessando a fronteira
Menos de um ano após seu lançamento, o Nissan Kicks fabricado no Brasil iniciará sua jornada rumo a outros países da América Latina. A Argentina será o primeiro destino do crossover. O programa de exportações do Complexo Industrial da Nissan, em Resende (RJ), já cobre oito mercados da região: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai, com os modelos March e Versa.
O Novo Polo, mais recente lançamento da Volkswagen, também começou a atravessar a fronteira do Brasil, rumo a Argentina, Chile e Paraguai. Os primeiros lotes do modelo, produzido na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), acabam de embarcar para esses três países, onde serão oficialmente comercializados a partir de janeiro próximo. Nos 11 meses de 2017, a Volkswagen do Brasil contabiliza mais de 145 mil unidades exportadas, o que corresponde a um aumento de 53% em relação ao volume registrado no mesmo período de 2016.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia