Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 28/11/2017. Alterada em 27/11 às 21h40min

Água e saúde

Vilnei Maria Ribeiro de Moraes
Geram grande repercussão na imprensa e na política todos os assuntos que se referem à saúde da população. No entanto, uma grande notícia que quase sempre passa despercebida é a das atitudes que visam à sua manutenção. A saúde das pessoas e do meio ambiente passa pelas maneiras que a tratamos. A água é o maior bem da humanidade e está presente em grandes proporções em todos os seres vivos, ainda assim existe pouca gente especializada em água, nas suas possibilidades e na sua qualidade de dissolver diversos elementos, benéficos ou nocivos, aos seres vivos.
Água é vida, e daí a importância do saneamento e da conservação dos mananciais hídricos, pois precisamos tratar juntos do que é de todos.
O êxodo rural consolidou as cidades, e hoje se faz muito importante uma participação conjunta dos municípios ao lidar com as questões do saneamento, pois não basta uma cidade ser perfeita no tratamento de esgotos se ela receber toda a poluição gerada em cidades e lavouras à montante dos seus rios. É estreita a relação entre as concentrações urbanas e a qualidade dos mananciais de água - o esgoto de poucas residências pouco prejudicava a vida aquática e uma grande concentração de esgotos é capaz de destruí-la.
O objetivo do saneamento é diminuir a poluição agrícola e individual a níveis aceitáveis à sustentabilidade ambiental e econômica. Existirá um grande carinho pela vida quando todos os poluidores inverterem o raciocínio de que saúde não tem pressa, dinheiro é o que interessa. Saneamento é sinônimo de mais saúde e mais qualidade de vida.
No conjunto dos países, se percebe atraso econômico e desalento quando os habitantes possuem saúde precária, vitimados pela ignorância, poluição e extração mineral e vegetal sem nenhuma contrapartida social. A tecnologia pode hoje reconstruir na Terra um novo e agradável ambiente de alegria, saúde e paz em comunidades livres e responsáveis.
Engenheiro civil, Santa Maria/RS
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia