Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Meio ambiente

Notícia da edição impressa de 14/11/2017. Alterada em 13/11 às 22h33min

Municípios assinam convênio para recuperação de aterro em Gravataí

As prefeituras de Porto Alegre e Gravataí assinaram, nesta segunda-feira, convênio referente à recuperação da área do aterro Santa Tecla. A área, localizada no município de Gravataí, recebeu, durante 15 anos, os resíduos não recicláveis produzidos na Capital, além de parte do lixo gerado em Cachoeirinha e Esteio.
O encontro teve a presença do prefeito de Gravataí, Marco Alba, e do secretário de Planejamento e Gestão de Porto Alegre, José Alfredo Parode, além do diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) da Capital, René Souza.
Pelos termos do acordo, os quatro municípios que alimentavam o aterro terão responsabilidade conjunta nos esforços para recuperação do terreno de 12 hectares. De acordo com Parode, esse acordo é uma medida pioneira no tema da gestão integrada de resíduos.
O Santa Tecla encontra-se fechado desde 2013, por determinação do prefeito Marco Alba. Atualmente, Porto Alegre envia seus resíduos orgânicos e rejeitos para o aterro de Minas do Leão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia