Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 12 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

educação

Notícia da edição impressa de 13/11/2017. Alterada em 12/11 às 20h26min

Segundo dia de provas encerra edição do Enem 2017

Campus da Uniritter foi um dos locais de prova na Capital

Campus da Uniritter foi um dos locais de prova na Capital


PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC
O índice de candidatos que faltaram à segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, realizada ontem, foi de 32%. Cerca de 2,15 milhões de inscritos não compareceram às provas aplicadas neste domingo. No ano passado, a abstenção média nos dois dias de prova foi de 29,19%. O ministro da Educação, Mendonça Filho, classificou esta edição como a mais tranquila aplicação do Enem nos últimos anos, com pouquíssimas ocorrências.
Um total de 853 candidatos foram eliminados do Enem nos dois dias de prova, sendo 273 no primeiro dia e 580 no segundo. A maioria foi eliminada por descumprimento de regras do edital (842), nove por terem sido identificadas irregularidades nos detectores de metais e dois por recusa do dado biométrico.
O segundo dia do Enem teve questões inspiradas em situações do cotidiano e problemas atuais da sociedade nas provas de Matemática e Ciências da Natureza. Entre os temas que apareceram estavam o uso do celular ao volante, o jogo "Campo Minado", técnicas de depilação a laser e Segunda Guerra Mundial.
Segundo professores que avaliaram as questões, a prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias foi equilibrada. Entre os temas abordados estavam biologia celular e molecular, ecologia, impacto humano no meio ambiente, piracema e depilação a laser. Na prova de Física, prevaleceu a física elétrica. Radiação, eletroquímica, termoquímica e reação orgânica também integraram o conteúdo do Enem.
A prova de Matemática foi mais simples do que a do ano passado. Os temas que mais apareceram foram análise combinatória e probabilidade, além das tradicionais questões envolvendo razão, proporção e porcentagem. A prova também teve perguntas de geometria plana e espacial.
As questões mais difíceis foram as de Química, envolvendo assuntos como cromatografia, tema geralmente visto no Ensino Superior. Mesmo assuntos comuns em sala de aula, como química orgânica, foram abordados de maneira complexa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia