Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 12 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 13/11/2017. Alterada em 12/11 às 20h26min

Rio Grande do Sul terá altas temperaturas nesta semana

Porto-alegrenses aproveitaram o sol para se exercitar neste domingo

Porto-alegrenses aproveitaram o sol para se exercitar neste domingo


CLAITON DORNELLES /JC
A semana da Proclamação da República do Brasil será bastante quente no Rio Grande do Sul. O sol deve aparecer pelo menos até quinta-feira, embora encoberto pelas nuvens em alguns momentos. Hoje, a temperatura varia entre 7 e 33 graus, e a previsão é de que, em algumas regiões, os termômetros registrem 38 graus na quarta-feira. Na quinta-feira, no entanto, a chuva volta ao Estado, e as condições meteorológicas apontam ocorrência de trovoadas e de pancadas isoladas.
Para a Capital, a previsão é semelhante, embora a temperatura fique ligeiramente mais baixa. Hoje, a mínima será de 15 graus, e a máxima, de 29. A temperatura pode chegar aos 32 graus amanhã e aos 36 na quarta-feira.
O domingo foi ensolarado em boa parte do Estado. A temperatura mais baixa, de 6,8 graus, foi registrada em Quaraí, e a mais alta, de 28,3, foi sentida em Uruguaiana. Em Porto Alegre, os parques e as praças ficaram movimentados. Os termômetros variaram entre 15,4 e 26,6 graus.
Segundo boletim divulgado pela MetSul Meteorologia, a Agência Climática dos Estados Unidos (NOAA) declarou que um episódio do fenômeno climático La Niña está em andamento, algo que deve causar impacto no clima brasileiro nos próximos meses.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia