Global Entrepeneurship Summit reuniu mais de 1,5 mil pessoas em Hyderabad, na Índia Global Entrepeneurship Summit reuniu mais de 1,5 mil pessoas em Hyderabad, na Índia Foto: GES/DIVULGAÇÃO/JC

Conferência global de empreendedorismo termina com aplauso coletivo às mulheres

Três empreendedoras brasileiras tiveram a chance de assistir às palestras e fazer networking

A cidade de Hyderabad virou o hub do empreendedorismo mundial nos últimos três dias, graças à realização da oitava edição da Global Entrepreneurship Summit (GES), promovida pelos governos de Estados Unidos e Índia. O evento encerrou nesta quinta-feira (30) com uma competição de pitches (apresentações rápidas de startups) e um aplauso a todas as mulheres que viajaram à Ásia por conta da conferência.
Além de engajar a cidade toda ao redor do tema, a atividade trouxe à tona a importância da participação feminina na criação de negócios. Mais de 1,5 mil pessoas assistiram a painéis e workshops no Centro Internacional de Convenções, gerando networking entre diferentes nacionalidades e culturas.
Do Brasil, três empreendedoras fizeram parte da GES a convite da embaixada norte-americana: Lygia Pontes e Maytê Carvalho, de São Paulo, e Roberta Vasconcellos, de Minas Gerais.
> Confira vídeo com um bate-papo com ygia, Maytê e Roberta na Índia:
Lygia criou uma startup que leva o seu nome para promover mais bem-estar no trabalho. Sua consultoria tem como logo “Work Happy. Work Better”. Roberta é co-founder da Beer or Coffee, empresa que mapeia coworkings pelo mundo e gera networking entre profissionais. Maytê é CEO e founder da b.pass, uma assistência pessoal de beleza, cuja ideia é cobrar mensalidade das usuárias para que elas tenham acesso a serviços de salões de forma prática. Os detalhes sobre suas empresas serão destaque no GeraçãoE da próxima quinta-feira.
“Fiquei muito entusiasmada de participar desse evento que coloca na agenda global o empreendedorismo feminino e o apoio que a gente precisa, seja em acesso a capital ou em protagonismo a voz ativa”, diz Maytê, num intervalo da extensa programação. "O maior ganho é trazer isso ao Brasil e ajudar a comunidade”, completa Roberta, enquanto Lygia ressalta a diversidade levada à GES. “Há projetos maravilhosos por todo o mundo."
Compartilhe
Comentários ( 0 )

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio