Porto Alegre, segunda-feira, 13 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Trabalhadores fazem abraço coletivo no prédio do TRT em ato contra a reforma trabalhista

Na sexta-feira (10), véspera da reforma trabalhista entrar em vigor no País, trabalhadores do setor público e privado foram às ruas para reivindicar contra as mudanças na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), proposta pelo governo de Michel Temer. Um ato preliminar reuniu cerca de três mil pessoas em frente ao Tribunal Regional de Trabalho da 4ª Região (TRT), na Capital, de acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT). Os sindicalistas e representantes do TRT deram um abraço coletivo no prédio (foto). Após o ato simbólico, eles  seguiram em caminhada até a Esquina Democrática, no Centro Histórico de Porto Alegre, onde se uniram a outros manifestantes para um grande ato unificado. Outras cidades brasileiras, como São Paulo e Rio de Janeiro, também tiveram protestos contra a reforma. 
 

FOTO MARCO QUINTANA/JC
13/11/2017 - 11h14min