Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

14/11/2017 - 22h37min. Alterada em 14/11 às 23h30min

Inter empata sem gols com Oeste e confirma volta à Série A

Com o empate, o Internacional segue na vice-liderança

Com o empate, o Internacional segue na vice-liderança


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
O Internacional carimbou na noite desta terça-feira o retorno para a elite do futebol brasileiro. O time gaúcho ficou apenas no empate sem gols diante do Oeste, na Arena Barueri, pela 36.ª rodada da Série B, mas foi o suficiente para carimbar o passaporte para a primeira divisão. Por outro lado, agora vê a chance de título ficar cada vez mais longe.
Com o resultado, o Internacional, que já não vence há quatro rodadas, fica na vice-liderança, com 65 pontos, atrás do América-MG. Pela primeira vez, o time foi dirigido pelo auxiliar Odair Hellmann, que passou a ocupar o cargo de Guto Ferreira, demitido no último sábado após o empate no Beira-Rio, por 1 a 1, com o Vila Nova.
Ao fim do jogo, houve uma comemoração discreta entre os jogadores do Inter, sem aquele entusiasmo de quem atingiu o seu principal objetivo. Nas arquibancadas, até algumas vaias foram ouvidas. O Oeste, por sua vez, vê a possibilidade de acesso ficar distante. Atualmente, o time paulista soma 58, ainda com chances matemáticas de subir.
Os dois times fizeram um jogo muito truncando nesta terça, com pouca inspiração. Os donos da casa vieram com uma postura defensiva e não deram espaço para o adversário, que encontrou inúmeras dificuldades e assustou apenas uma vez nos 45 minutos iniciais, em um chute de William Pottker, pela linha de fundo.
O Oeste tentava encaixar o contra-ataque. O time paulista foi cuidadoso para não sofrer gol, mas precisava sair se quisesse seguir com chances de conquistar o acesso. A melhor oportunidade saiu apenas aos 42 minutos. William Cordeiro puxou para o pé direito e chutou para grande defesa de Danilo Fernandes.
O panorama do segundo tempo não mudou muito. Enquanto o Internacional se mostrava satisfeito com o empate que o levava para a elite do Brasileirão, o Oeste se abria em busca do resultado. Mas foi o volante Edenilson que chegou de surpresa e exigiu uma boa defesa de Rodolfo.
O técnico Roberto Cavalo, então, abriu mão do esquema defensivo, tirou Danielzinho e Velicka e colocou Jheimy e Robert para por fogo na partida. O Oeste saiu com tudo para cima do Internacional, que se fechou todo para segurar o empate.
Apesar da pressão, o oeste não chegou ao seu gol. Na melhor tentativa, Mazinho parou em Danilo Fernandes. O lance ainda deu um contra-ataque de bandeja para o Internacional. Carlos saiu de frente para Rodolfo, mas chutou para fora no último bom momento da partida.
Na próxima rodada, o Internacional visita o Goiás no sábado, às 17 horas, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. No mesmo dia, às 17h30, o Oeste vai encarar o rebaixado ABC no Frasqueirão, em Natal.
Oeste 0 x 0 Internacional
Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e William Cordeiro; Wilson Matias, André Vinicius (Lídio), Mazinho e Velicka (Robert); Raphael Luz e Danielzinho (Jheimy). Técnico: Roberto Cavalo.
Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Felipe Gutiérrez (Charles) e Camilo; William Pottker (Nico López) e Eduardo Sasha (Carlos). Técnico: Odair Hellmann.
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia