Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Brasileirão - Série B

Notícia da edição impressa de 13/11/2017. Alterada em 12/11 às 22h42min

Após saída de Guto, Inter vai para semana decisiva

A expectativa colorada de começar a semana com a vaga garantida na primeira divisão do Campeonato Brasileiro do ano que vem acabou ficando para trás. O empate em 1 a 1 contra o Vila Nova, no sábado, no Beira-Rio, adiou uma vez mais o desafogo, reviveu momentos tensos no e causou a demissão de Guto Ferreira, ainda nos vestiários. O auxiliar Odair Hellmann vai conduzir a equipe nos três jogos que faltam - o primeiro deles, um confronto decisivo contra o Oeste, amanhã, em São Paulo.
"Estamos trocando o comando técnico não só pelos resultados, mas pelo desempenho", afirmou, logo após o jogo, o vice de futebol Roberto Melo. "Precisamos achar uma maneira de jogar futebol. Não queremos colocar a culpa toda no treinador, todos têm responsabilidade", acrescentou.
Em 33 jogos, Guto conquistou 17 vitórias, nove empates e sete derrotas, um aproveitamento de 58,5%. Foram 46 gols a favor e 28 contra. Mesmo deixando o Inter muito próximo do objetivo traçado de voltar à Série A, as atuações pouco encantadoras e a queda de rendimento nos últimos quatro jogos (três empates e uma derrota) selaram o destino do treinador.
Na manhã de ontem, Odair Hellmann já comandava o primeiro treino, preparando parte do grupo para o confronto contra o Oeste. Uma quase certeza é a entrada de Camilo, que substitui D'Alessandro, punido com o terceiro cartão amarelo. Atual vice-líder com 64 pontos, o Inter precisa de um empate para voltar à elite, pois impediria o próprio Oeste (que tem 57 pontos) de atingir a pontuação necessária.
No jogo, o clima de festa pela provável classificação durou pouco mais de 45 minutos. Aos 12, Claudio Winck abriu o placar, mas o Vila Nova voltou melhor para o segundo tempo e empatou logo no início, com Ruan, em falha de Danilo Fernandes. Os visitantes ainda tiveram outras chances, diante de um Inter confuso e apático. Ao final, o Beira-Rio voltou a ser palco de protestos, com direito a confronto com a polícia. Como desgosto a mais, a vitória do América-MG, que fez o time mineiro ser o primeiro a subir neste ano. A maior festa, curiosamente, acabou sendo no anúncio da saída de Guto Ferreira, sinal da insatisfação de muitos com o agora ex-treinador.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 13/11/2017 10h15min
FAXINA NO ROUPEIRO DE UM TORCEDOR COLORADO!!!nnSábado depois daquele humilhante empate do Internacional 1x1 Vila Nova dentro do Beira-Rio, que mais uma vez adiou a confirmação do nosso acesso para Série A, precisei tomar algumas atitudes para o meu coração ficar mais feliz. Sempre que possível procuro movimentar as coisas e renovar o que está ocupando espaço dentro do meu roupeiro e liberar espaço do que está em desuso para mim, mas não para os outros. Liberei algumas camisas de vários tipos que deixei de usar para que o caminhão do lixo seco possa levar para quem esteja precisando mais do que eu. Junto destas camisetas que já estavam ultrapassadas porque engordei um pouquinho, inclui mais três do maltrapilho do Sport Clube Internacional. Acredito que precisamos liberar o velho para entrar o novo, mas no caso do Colorado foi vergonha mesmo. Nunca gostei de usar na rua camisas com propagandas expostas mesmo do time que torço, até mesmo porque não recebo direito de imagem dos patrocinadores ainda mais passando vergonha na Série B. Agora vou ter um pouco mais de espaço para colocar dentro do roupeiro, algumas camisas novas com mais credibilidade, e desfilar mais bonito em 2018. Abs. Dorian Bueno, Google+Plus, POA, 13.11.2017nn