Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 03 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Osni Machado

Empresários & Cia

Notícia da edição impressa de 04/12/2017. Alterada em 03/12 às 17h10min

Cooperativa Garibaldi traça futuro de seus espumantes

A Cooperativa Vinícola Garibaldi está com um novo projeto de investimentos para os próximos três anos, que prevê expansão da produção de espumantes e a ampliação de sua participação no mercado nacional. Um trabalho que tem como base a consolidação das metas de planejamento, traçadas nos últimos três anos, com investimentos equivalentes a R$ 15 milhões para expansão da capacidade de produção de sua unidade, no município de Garibaldi, na serra gaúcha. A expectativa é ultrapassar a marca de dois milhões de garrafas produzidas anualmente e atingir a faixa de quatro milhões de garrafas.
O presidente Oscar Ló informa que, ainda em 2017, a Cooperativa Garibaldi investiu mais R$ 3,5 milhões e que, nos próximos três anos, serão investidos mais R$ 15 milhões. Ele explica que a cooperativa vem crescendo. "Em 2016, registou crescimento no faturamento de 11% em comparação a igual período de 2015 e, em 2017, projeta fechar em 10% acima, na comparação com 2016. Apesar da crise econômica, das dificuldades dos últimos anos, não recuamos, pelo contrário, mantivemos o planejamento e as metas de investimentos", salienta.
Ló destaca que o novo plano de investimento prevê ampliação da capacidade de produção; aplicação de moderna tecnologia na área de automação; e a reconversão dos vinhedos dos associados, ou seja, fazer com que as propriedades direcionem a produção de uvas para espumantes. "A cooperativa conta com agrônomo e técnicos agrícolas que trabalham e orientam os associados a fazerem a reconversão dos vinhedos. Também orientam os viticultores a usarem uvas adaptadas para cada microrregião, garantido a produtividade", diz. A cooperativa tinha 376 associados em 2016 e, em 2017, encerrará com 397, em 14 municípios da serra gaúcha. O presidente diz que o mercado doméstico tem enorme potencial, e agora ele passa a ser a meta da cooperativa, porém acrescenta que o objetivo é consolidar sua estratégia futura para exportações em escala mundial. "Hoje, exportamos pequenos volumes para Chile, Canadá, Alemanha, Inglaterra", lembra.
"A cooperativa lançou, neste ano, nova linha de espumantes, que promete ser um diferencial no mercado. A linha Garibaldi VG, com três rótulos: brut rosé e extabrut e brut branco (para 2018). Os dois produtos lançados em agosto deste ano têm variedade Chardonnay e Pinot Noir", informa.
Os investimentos em qualidade e no aprimoramento de novos produtos são constatados por meio das inúmeras conquistas com prêmios e destaques em todo mundo. Recentemente, ganhou, da Associação Gaúcha do Supermercados (Agas), o Prêmio Carrinho Agas 2017, como o melhor fornecedor de espumantes do Estado. "Isto é motivo de orgulho, porque vem ao encontro do nosso planejamento", diz. Na realidade, a cooperativa, que tem 86 anos, conquista o prêmio da Agas pela terceira vez consecutiva. Em 2017, ganhou 48 prêmios, no Brasil e no exterior.
No cenário internacional, três espumantes da cooperativa são destaque no ranking dos 150 melhores vinhos do mundo, elaborado pela Associação Mundial de Jornalistas e Escritores de Vinhos e Licores (Wawwj). Destaque também para conquistas obtidas na Espanha, no II Concurso Ibero-Americano de Vinos Espumosos y Efervescents. A Cooperativa recebeu medalhas, uma de ouro para o Garibaldi Espumante Pinot Noir Brut e duas pratas para o Chardonnay Brut e o Vero Espumante Brut.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia