Entrevista com Vanessa Machado e Vanessa Trombini, sócias da Studio School, espaço que promete desenvolver atividades em português e em inglês com as crianças.
Na foto: e/d:  Vanessa Machado e Vanessa Trombini Vanessa Machado e Vanessa Trombini oferecem os serviços para crianças entre seis meses e seis anos Foto: MARCO QUINTANA/JC

Escola de Educação Infantil abre com proposta de misturar inglês e português nas rotinas

A Studio School inaugurou em outubro no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre

Abriu, recentemente, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre, a Studio School, que se propõe a ser uma escola de Educação Infantil bilíngue. Isto significa que as turmas contam com dois professores, um que fala inglês e outro que fala português. Não tem um momento específico para um ou outro idioma, tudo é alternado o tempo todo. 
Além desta técnica, o espaço traz outras novidades, como a ausência de salas de aula tradicionais. A casa de 460m² é dividida em 11 ambientes de experimentação, sejam musicais, esportivas, nutricionais, entre outras. A vivência é voltada para crianças de seis meses a seis anos. 
O negócio foi criado pela professora de inglês Vanessa Machado, 27 anos, formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs), e pela educadora física Vanessa Trombini, 39. Elas se conheceram em outro empreendimento de Vanessa Trombini, o Studio do Brinquedo, que funciona dentro do clube Leopoldina Juvenil, há 21 anos. Na época, a relação entre as duas era de proprietária e funcionária. Agora, são sócias.
“O termo bilíngue é usado de forma equivocada no Brasil. Por isso, optamos pelo regime de docência compartilhada. Não paramos em determinado momento e dizemos ‘this is an apple’ (isto é uma maçã), mas convidamos as crianças a brincarem com a frase ‘let’s play’”, exemplifica Vanessa Machado.
O investimento para matricular uma criança no Studio School parte de R$ 2.250,00 para um turno diário de atividades. Com almoço, o valor passa para R$ 2.530,00. A modalidade integral, com as refeições, custa R$ 3.750,00 ao mês.
Para começar a escola, as empreendedoras fizeram um estudo de viabilidade do projeto. Contrataram, então, os serviços de uma empresa júnior da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), a Equilíbrio. “Se você soma os valores de um colégio com um curso de inglês, mais o transporte, vê que vale a pena”, reforça Vanessa Trombini, sobre a proposta do Studio.
O objetivo que as empresárias pretendem alcançar é tornar desnecessário o suporte de professores ou escolas particulares de idiomas para quem passar pela experiência bilíngue na infância. A casa fica na rua Marquês do Pombal, nº 386. 
Compartilhe
Comentários ( 0 )

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio