Hoje fizemos um convite à reflexão. Hoje fizemos um convite à reflexão. Foto: FREEPIK.COM/DIVULGAÇÃO/JC

Você precisa ser o espelho do seu negócio?

Este texto é um convite à reflexão. Você já questionou se a sua personalidade ou o seu corpo deveria ser o espelho de seu negócio?
Uma nutricionista, por exemplo, deve ser magra? Uma cabeleireira ou cabeleireiro precisa ter o corte da moda? Talvez, intuitivamente, sua resposta seja "não". Mas quem não acharia estranho chegar a uma academia de ginástica e ter aulas com um instrutor ou instrutora fora de forma? Ou frequentar um restaurante vegano em que o dono não seja.
E aí? O profissional é o seu próprio cartão de visitas? Não temos uma resposta definitiva, a intenção é mesmo provocar o debate.
Que a sociedade julga antes de consumir, isto é uma certeza. Mas o que prevalece é a primeira impressão ou o que vem depois?
Envie sua opinião para geracaoe@jornaldocomercio.com.br, comente na versão on-line desta coluna ou mande uma mensagem nas nossas redes sociais. Queremos ouvir o que você pensa a respeito. E quem sabe isso não vira uma matéria maior?
Quanto mais colaborativo for o GeraçãoE, melhor. #vemcomagente
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio