Porto Alegre, sexta-feira, 06 de outubro de 2017. Atualizado às 12h51.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Servidores municipais entram em greve em Porto Alegre

A greve dos municipários de Porto Alegre, em reação ao parcelamento de salários e a tentativa de mudar a carreira do setor pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB), teve início na quinta-feira (5) com forte adesão dos servidores e passeata nas ruas da capital, até a sede prefeitura (foto). De acordo com o diretor-geral do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), Jonas Reis, Marchezan não cumpriu com a liminar que a justiça concedeu ao Simpa proibindo o parcelamento de salários. A prefeitura da Capital divulgou uma liminar, concedida pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que garante o funcionamento em 100% para manutenção integral dos serviços considerados essenciais durante o período de greve. Reis afirma que o Simpa não irá cumprir com a decisão do TJ. Uma nova caminhada, realizada nesta sexta (6), marcou o segundo dia de paralisação.
 

FOTO FREDY VIEIRA/JC