Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de outubro de 2017. Atualizado às 13h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eliminatórias da copa

10/10/2017 - 23h36min. Alterada em 10/10 às 23h39min

Com 2 de Gabriel Jesus, Brasil faz 3 a 0 e tira Chile da Copa do Mundo

Gabriel Jesus vence a meta defendida pelo arqueiro Claudio Bravo

Gabriel Jesus vence a meta defendida pelo arqueiro Claudio Bravo


Miguel Schincariol /AFP/JC
A seleção brasileira termina sua participação nas Eliminatórias Sul-Americanas como os brasileiros gostariam que terminasse a Copa do Mundo da Rússia, em primeiro lugar, sobrando em campo, com Neymar fazendo fila na marcação adversária e liderando uma equipe forte, talentosa e solidária. O Brasil parte para a Rússia cheio de gás e favorito, após a vitória sobre o Chile por 3 a 0, na noite desta terça-feira, no Allianz Parque, em São Paulo.
Se Tite conseguiu nessas 15 partidas à frente do time mudar tudo e fazer da terra arrasada um terreno fértil e favorável para mais uma conquista mundial, a sexta, diga-se, também teve de se render ao talento, ginga e modo de ser de pelo menos meia dúzia de garotos abusados e de muita personalidade.
Aprenderam juntos e juntos mudaram a seleção. É dessa forma que vão desembarcar na Rússia em junho do ano que vem. A vitória por 3 a 0 sobre o Chile, nesta noite, no Allianz Parque, com público recorde do estádio do Palmeiras, 41.008, e renda de R$ 15 milhões, recorde na história do futebol brasileiro. O resultado coroou campanha de tirar o chapéu. A torcida fez festa, tirou fotos e aplaudiu. Também pegou no pé de alguns chilenos, como Valdivia. Mas não houve nenhuma manifestação homofóbica, como vinha acontecendo em jogos no Brasil.
Uma das maiores manifestações ocorreu quando o locutor do estádio anunciou gol do Equador diante da Argentina. Ele não se deu conta de que Messi estava em campo lá em Quito.
Brasil e Chile fizeram um primeiro tempo correto, sem grandes jogadas, de marcação forte no meio-campo e com Neymar atuando mais fixo pela esquerda. Tudo mudou na etapa final, quando os gols brasileiros saíram. Neymar assumiu sua função de maestro pelo meio antes de voltar para a beirada do gramado. Foi suficiente para tirar o zero do placar e conduzir a seleção à sua 12ª vitória nas Eliminatórias Sul-Americanas.
Os gols foram marcados por Paulinho e Gabriel Jesus (dois), aos 9, 11 e 47 minutos respectivamente. O primeiro deles de rebote do goleiro Bravo. O segundo em combinação perfeita de Neymar e Jesus. E o terceiro sem goleiro, que estava na área do Brasil tentando o gol.
Fora da Copa, o Chile desandou a dar pontapés e a provocar. Mas até isso Tite conseguiu mudar no elenco. Apesar de um empurrão de Gabriel Jesus, ninguém caiu na armadilha. E a seleção foi aplaudida em seu último jogo no País antes da Copa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
LAURÍCIO LUÍS 11/10/2017 13h00min
É só ILUSÃO, estão ILUDIDOS com TECNICOS GAÚCHOS e ou SULISTAS. Ver as Copas Passadas. O "brasil" deve se classificar, PORQUE COMO SEMPRE, NÃO SEI sempre colocam seleções FRACAS. Mas na SEGUDA ou TERCEIRA FASE o "Brasil" é ELIMINADO, e o TITE, vai ser mandado embora. Essas vitórias nas ELIMINATÓRIAS, só para enganar "TROUXA". É oque tem em "Estados Pobres do NORTE, NORDESTE, e mais o RIO de JANEIRO. Deve ser Campeão: ALEMANHA, FRANÇA, INGLATERRA, ITÁLIA. E ARGENTINA e URUGUAI, saindo das CINZAS.
Dorian R. Bueno 11/10/2017 10h58min
SELEÇÃO NO PADRÃO GAÚCHO E BRASILEIRO TITE DE SER !!!nParabéns aos atletas que conseguiram classificar a Seleção do Brasil de forma antecipada para a Copa da Rússia de 2018, e ontem na partida final das eliminatórias deram mais um SHOW aplicando 3x0 no Chile. O Gaúcho e abençoado Tite apenas determinou o aproveitando das características de cada jogador sem muita frescura Tchê, para jogar no esquema 4+1+4+1 e TODOS por UM. Desempenhar um lindo JOGO não se esquecendo de suas funções táticas e técnicas que são fundamentais para todos poderem obter um resultado maravilhoso. O objetivo maior do GRUPO é levar o nome do Brasil cada vez alto através de UMA BOLA de FUTEBOL. O Mega treinador Tite tem os melhores jogadores a sua disposição, tanto que muitos jogam nos principais times da Europa, regando o dom da amizade dentro e fora do campo COM MUITA HARMONIA E ALEGRIA, para sempre fazer o melhor com a BOLA no PÉ. Abs. Dorian Bueno Google+Plus, POA, 11.10.2017 - n