Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 08 de outubro de 2017. Atualizado às 21h40.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Osni Machado

Empresários & Cia

Notícia da edição impressa de 09/10/2017. Alterada em 06/10 às 18h43min

Sebrae comemora 45 anos de atuação no País

 Derly Fialho destaca conquistas obtidas desde a fundação

Derly Fialho destaca conquistas obtidas desde a fundação


/FREDY VIEIRA/JC
O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) comemora este ano quatro décadas e meia de atuação na promoção e no desenvolvimento das micro e pequenas empresas (MPEs) em todo Brasil. No Rio Grande do Sul, as MPEs representam 99% do total de empresas, respondem por 32% do Produto Interno Bruto (PIB) e geram mais da metade dos empregos (66,2%). Inclusive, em nível nacional, de janeiro a agosto os pequenos negócios acumularam um saldo positivo de mais de 300 mil empregos gerados.
O diretor-superintendente do Sebrae-RS, Derly Fialho fala que "na última década, ocorreram conquistas expressivas, como a criação do Supersimples e a figura do Microempreendedor Individual, que descomplicaram a tributação e a formação de novas empresas. Apesar destes avanços, empreender no Brasil ainda é um grande desafio. O mercado é competitivo, a economia instável, junta-se a isso a alta carga tributária, a burocracia e o crédito escasso. Porém, os empreendedores mantêm a coragem e, com sua liderança, são capazes de mudar a vida das pessoas. Ter o próprio negócio exige empenho e dedicação dia a dia. É preciso acordar cedo, dormir tarde, trabalhar nos fins de semana e feriados, pois, como diz a máxima, 'é o olho do dono que engoda o boi'. Empreender também exige ousadia, persistência, planejamento, metas, e são estas pessoas com espírito empreendedor que contribuem, efetivamente, para alavancar a economia do Estado e do País".
"Nestes 45 anos o Sebrae orgulha-se de estar ao lado dos empreendedores, atuando com foco no fortalecimento do empreendedorismo e na aceleração do processo de formalização da economia por meio de parcerias com os setores público e privado", comenta Fialho.
"Ainda há muito a ser feito. Para os próximos anos, queremos fortalecer nossos projetos e ações com foco no desenvolvimento dos pequenos negócios inseridos nas cadeias produtivas que formam a base da economia gaúcha, como pecuária de corte, leite e derivados, moda, metalmecânico, moveleiro e turismo. Além disso, apostamos em segmentos que estão em crescimento e que possuem potencial para expansão no Rio Grande do Sul, como as startups, vitivinicultura, economia criativa e digital, inovação e tecnologia com foco no agronegócio", destaca diretor.
"Incentivar a força empreendedora é preocupação permanente do Sebrae. Formalização, inovação, redução da burocracia, ampliação do acesso ao crédito e melhoria do ambiente legal também fazem parte do compromisso da instituição com os pequenos negócios nos anos que estão por vir. Embora o aniversário seja do Sebrae, quem merece os cumprimentos pela sua atuação e trajetória são os empreendedores que, mesmo enfrentando dificuldades, conseguem crescer, gerar empregos, inovar e fazer a diferença em suas comunidades", acrescenta.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia