Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de setembro de 2017. Atualizado às 23h47.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Supremo Tribunal Federal

Notícia da edição impressa de 13/09/2017. Alterada em 12/09 às 21h25min

Placar do caso José Otávio está em 2 votos a 1 pró-denúncia

Parte da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou ontem denúncia contra quatro parlamentares do PP, incluindo o deputado federal gaúcho José Otávio Germano. Votaram a favor da denúncia Edson Fachin, relator do processo, e Ricardo Lewandowski; o voto contrário foi de Dias Toffoli. A votação foi adiada com o pedido de vistas de Gilmar Mendes. O processo será retomado em data a definir. José Otávio e o deputado mineiro Luiz Fernando Faria, além dos ex-deputados Mario Negromonte (BA) e João Alberto Pizzolatti (SC) são acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Fachin, porém, rejeitou a denúncia contra os deputados Arthur Lira (A), Mário Negromonte Júnior (BA) e Roberto Britto (BA).
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia