Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de setembro de 2017. Atualizado às 00h18.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 14/09/2017. Alterada em 13/09 às 21h16min

Prefeitura vai construir novo posto na Vila dos Sargentos

Comunidade está desassistida desde o fechamento da unidade, em julho

Comunidade está desassistida desde o fechamento da unidade, em julho


/JONATHAN HECKLER/JC
Igor Natusch
Sem acesso próximo ao sistema de saúde de Porto Alegre desde julho, cerca de 5 mil moradores da Vila dos Sargentos, no bairro Serraria, voltam a ter perspectivas de um novo posto de saúde no bairro. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), um acordo com o Exército Brasileiro garante a cessão de um terreno para a construção, que agora depende do processo licitatório para avançar.
A nova unidade deve ser erguida ao lado da Escola de Educação Infantil Wlanir Porto, também coordenada pelo município. A área é localizada na entrada do bairro, em uma via asfaltada e atendida de forma direta pelo transporte público. Segundo o secretário municipal Erno Harzheim, o acordo vinha sendo alinhavado desde o fechamento da unidade original, localizada em uma área conflagrada por disputas envolvendo o tráfico de drogas na região.
"Buscamos o Comando Militar do Sul para negociar, e eles se mostraram muito acessíveis e cordiais", anima-se Harzheim. Pelo acordo original de cessão, cabe à prefeitura concluir as obras no muro do quartel do bairro, de extensão total de 650 metros. No momento, faltam cerca de 110 metros para encerrar o trabalho, e a prefeitura tem até dezembro para completar a obra. "A obra em si é simples. Infelizmente, temos processos burocráticos bastante lentos, mas o Exército tem sido sensível, e acredito que vamos atender ao prazo", acentua.
A unidade de saúde será erguida com tecnologia semelhante à utilizada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Moacyr Scliar, na zona Norte, com estrutura metálica e uso de blocos, em um modelo de construção seca. A licitação, diz Harzheim, está com os termos desenhados e com valores reservados pela SMS para seu cumprimento, aguardando apenas a chancela da Secretaria de Fazenda para ser lançada. A estimativa é que, uma vez assinado o contrato, o edifício esteja de pé em um período entre 60 e 90 dias, com custo projetado de R$ 500 mil.
Os funcionários que trabalhavam na antiga unidade da Vila dos Sargentos foram deslocados para os bairros Ipanema e Guarujá, e a orientação da SMS segue sendo para que a população credenciada busque atendimento nesses dois postos. Harzheim, porém, frisa que a violência não teriam sido a única motivação para fechar o posto original. "Aquela unidade era totalmente inadequada, em termos de estrutura, para o tipo de atendimento que prestava. Queremos entregar à comunidade um espaço moderno, com as melhores condições para o atendimento", reforça.
Para impedir que situações violentas voltem a colocar pacientes e profissionais em risco, a prefeitura de Porto Alegre deve priorizar ações preventivas, que já vêm sendo aplicadas nas três UPAs da cidade. Entre as medidas, Harzheim enumera a instalação de câmeras e comunicação por rádio, equipamentos conectados ao Centro Integrado de Comando da Capital, além de instalação dos chamados botões do pânico para disparar alerta junto à Brigada Militar. As rondas da Guarda Municipal também devem ser intensificadas. "Nosso planejamento é no sentido de expandir essas ações para as unidades básicas de saúde, e a Vila dos Sargentos certamente estará na primeira leva beneficiada", diz Harzheim.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia