Porto Alegre, terça-feira, 12 de setembro de 2017. Atualizado às 11h01.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Joesley Batista e Ricardo Saud são levados a Brasília pela Polícia Federal

Os delatores da J&F Joesley Batista (de camiseta branca) e Ricardo Saud (de camisa listrada) foram encaminhados a Brasília, onde ficarão presos, sob forte escolta da Polícia Federal, nesta segunda-feira (11). A prisão temporária, de cindo dias, foi determinada no domingo (10) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin, após pedido de prisão apresentado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A suspeita é que os delatores tenham omitido informações dos investigadores, o que quebra cláusulas do acordo de delação premiada. Os executivos se entregaram à polícia, em São Paulo, ainda no domingo. A prisão temporária pode ser prorrogada ou se tornar preventiva, não tendo prazo determinado para encerrar.
 

FOTO Rovena Rosa/Agência Brasil/JC