Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 30 de setembro de 2017. Atualizado às 19h51.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 30/09 às 19h55min

Grêmio e Fluminense jogam por recuperação no Brasileiro

Jogadores do Grêmio realizam treino durante a manha deste sábado no CT Luiz Carvalho, na preparação para o jogo contra o Fluminense

Jogadores do Grêmio realizam treino durante a manha deste sábado no CT Luiz Carvalho, na preparação para o jogo contra o Fluminense


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Folhapress
De um lado, o Grêmio não somou nenhum ponto nos últimos três jogos. Do outro, o Fluminense não sabe o que é vencer há quatro rodadas. O duelo envolvendo gaúchos e cariocas, neste domingo (1º), às 16h, na Arena do Grêmio, vale pela recuperação no Campeonato Brasileiro.
O Grêmio tem a justificativa de que a má fase se deve à seguida escalação de reservas por estar na reta final da Libertadores. De qualquer forma, isso já custou a vice-liderança ao time de Renato Gaúcho, que foi ultrapassado pelo Santos na rodada passada e se vê cada vez mais distante do líder Corinthians -são 11 pontos de desvantagem.
E mesmo com o risco de perder mais posições, já que o Palmeiras está colado na terceira colocação, o Grêmio não mudará a postura de priorizar a Libertadores e preservar seus principais atletas. Luan, em recuperação de uma lesão muscular, segue como desfalque. Ao lado dele, os atacantes Fernandinho e Lucas Barrios e o lateral-direito Edílson também estão fora.
Renato ainda tem de lidar com três problemas de suspensão. Na zaga, Kannemann e Bressan estão suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo na derrota para o Bahia. Na mesma situação está o meia Michel.
O Fluminense, que também está ocupado com outra competição (Sul-Americana), precisa estar atento ao Brasileiro. O time carioca ocupa o 12º lugar, mas só três pontos à frente da zona de rebaixamento.
O próprio técnico Abel Braga já admitiu que a proximidade com a zona da degola preocupa e já pensa em fazer modificações no time. Ele assume a responsabilidade pela má fase da equipe, que só ganhou uma vez nas últimas seis partidas e vem de uma derrota no Maracanã para o Palmeiras.
O maior problema de Abel encontra-se na zaga. Henrique e Renato Chaves estão contundidos, e Nogueira, suspenso.
A novidade para encarar o Grêmio é a volta do goleiro Diego Cavalieri, que desbancou Júlio César e volta a ser titular após 26 partidas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia