Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de setembro de 2017. Atualizado às 21h43.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa Sul-Americana

Alterada em 13/09 às 21h44min

No Sul, Chapecoense e Flamengo empatam sem gols pelas quartas da Sul-Americana

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 19h15

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 19h15


NELSON ALMEIDA/AFP/JC
De nada adiantou o técnico colombiano Reinaldo Rueda ter poupado os titulares no clássico contra o Botafogo, no domingo passado, pelo Campeonato Brasileiro, quando perdeu por 2 a 0. Nesta quarta-feira, com força máxima, sofreu para arrancar um empate sem gols diante da Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela rodada de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.
O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 19h15, no estádio Luso Brasileiro, no Rio, e quem vencer se classifica para as quartas de final. A Chapecoense tem a vantagem do empate com gols, enquanto um novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.
Antes disso, neste domingo, os times entram em campo pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Flamengo recebe o Sport, no Rio, enquanto que a Chapecoense tenta deixar a zona de rebaixamento diante do Grêmio, em Porto Alegre.
O JOGO - Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo começou tendo mais posse de bola que a Chapecoense. Aos 10 minutos, Guerrero soltou a bomba após cruzamento de Everton e Jandrei foi buscar no cantinho. Depois de boa troca de passes, o goleiro do time catarinense chegou antes de Guerrero e ficou com a bola.
Aos 25 minutos, Everton sentiu uma contusão e foi substituído por Vinícius Junior. Guerrero levou perigo em cobrança de falta pela linha de fundo. O time carioca aos poucos foi tomando conta do jogo, encurralando a Chapecoense em seu campo de defesa. Já os donos da casa abusavam das faltas próximas à área.
Na melhor oportunidade da Chapecoense, aos 41 minutos, o lateral-esquerdo Alan Ruschel recebeu de Canteros e bateu para boa defesa de Diego Alves. Esse foi o último lance de perigo do primeiro tempo.
Os dois times voltaram com a mesma formação para o segundo tempo e a Chapecoense levou perigo logo no primeiro minuto. Reinaldo cobrou falta e a bola passou na frente de três jogadores, mas ninguém desviou. Na sequência, a defesa catarinense bateu cabeça e Berrío finalizou cruzado, assustando Jandrei.
Na melhor oportunidade do jogo, aos 29 minutos, Penilla chutou e Diego Alves bateu roupa. Com o gol aberto, Reinaldo conseguiu fazer o mais difícil: finalizou pela linha de fundo. O Flamengo não conseguia jogar e era dominado pela Chapecoense, que criava chance atrás de chance. Lucas Mineiro mandou por cima do gol.
Aos 39 minutos, Luiz Antônio recebeu na ponta direita de Canteros e bateu para defesa de Diego Alves. Depois, Penilla avançou sozinho, ficou na cara do goleiro rubro-negro e bateu cruzado para fora.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia