Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de setembro de 2017. Atualizado às 09h53.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 13/09 às 09h55min

Dólar segue em alta com cautela local

O dólar segue em alta na manhã desta quarta-feira (13) refletindo a cautela do mercado em relação às investigações envolvendo o nome do presidente Michel Temer. Na visão dos investidores, o risco é que o eventual enfraquecimento do governo comprometa o andamento das reformas estruturais, principalmente, a da Previdência.
No radar está a abertura de inquérito pelo ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), contra o presidente no âmbito da investigação do Decreto dos Portos. Na terça-feira (12) os agentes já digeriam a investigação da Polícia Federal indicando que Temer teria recebido R$ 31,5 milhões de vantagens por participar do chamado "quadrilhão do PMDB". Além disso, o movimento comprador se apoia na expectativa em relação à segunda denúncia do procurador da República, Rodrigo Janot, que deixa o cargo no fim de semana.
Neste contexto de cautela, às 9h30min o dólar à vista no balcão estava negociado a R$ 3,1335 (+0,16%), depois de bater máxima a R$ 3,1350 (+0,24%). No mercado futuro, a moeda para outubro era cotada a R$ 3,1370 (+0,18%) no mesmo horário.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia