Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de setembro de 2017. Atualizado às 23h47.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 13/09/2017. Alterada em 12/09 às 20h47min

Colheita deve ter recorde de 238,7 milhões de toneladas

Arroz foi a lavoura gaúcha com a alta mais expressiva, de 18,6%

Arroz foi a lavoura gaúcha com a alta mais expressiva, de 18,6%


SARA KIRCHHOF/SARA KIRCHHOF/DIVULGAÇÃO/JC
A safra brasileira de grãos 2016/2017 deve alcançar 238,7 milhões de toneladas, o que corresponde a um aumento de 27,9% em relação à produção alcançada em 2015/2016. A área plantada é de 60,9 milhões de hectares, um crescimento de 4,4% na comparação com a safra 2015/2016, mostra o último levantamento da Conab.
A produção do milho primeira safra é de 30,46 milhões de toneladas, ou seja, um crescimento de 18,3% em relação à safra anterior. A colheita do milho segunda safra está em finalização, com estimativa de produção de 67,25 milhões de toneladas (aumento de 64,9%). Com isso, a safra total de milho em 2016/2017 deve atingir 97,71 milhões de toneladas, aumento de 46,9% sobre a safra anterior.
A safra de soja, grão mais produzido no País, alcançou 114,07 milhões de toneladas, com crescimento de 19,5% ante a safra anterior. No caso do arroz, condições climáticas favoráveis resultaram em 12,33 milhões de toneladas de produção, alta de 16,3%. No Rio Grande do Sul, o arroz foi a lavoura que registrou o crescimento mais expressivo no período, de 18,6%. A produção total prevista é 8,72 milhões de toneladas. Outra cultura de verão em destaque é a soja, com elevação de 15,5% no Estado - com 33,5 milhões de toneladas. A queda mais acentuada foi no trigo, de 28%, passando de uma produção de 2,49 milhões de toneladas para 1,79 milhão de toneladas. Entre todas as culturas, o Rio Grande do Sul deve contabilizar uma safra de 36,24 milhões de toneladas, aumento de 9,7% em 2016/2017.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia