Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de setembro de 2017. Atualizado às 21h58.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 13/09/2017. Alterada em 12/09 às 17h34min

Sarau farroupilha

Zé Martins, Dão Real e Clary Costa fazem show em conjunto

Zé Martins, Dão Real e Clary Costa fazem show em conjunto


SARAU FARROUPILHA/DIVULGAÇÃO/JC
Os músicos Zé Martins e Dão Real, integrantes do grupo Unamérica, se juntam à cantora Clary Costa no espetáculo Caminhando e cantando. A atividade integra um Sarau Especial da Semana Farroupilha e ocorre no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa (Mal. Deodoro, 101). A entrada é franca.
Estão no repertório e obras do cancioneiro gaúcho e latino-americano como Andante, Una esperança mas (Dão Real), Un ruiseñor poeta (Zé Martins e Tony Guerrero), Ecos (Pedro Munhoz e Tony Guerrero), Barranca e Fronteira (Luiz Telles e Antônio Fagundes) e Macchu-Picchu (Hermes de Aquino).
Clary integrou o grupo vocal Os Fronteiriços nas décadas de 1980 e 1990. Depois de uma pausa na trajetória artística, ela voltou às atividades em 2005 e, quatro anos mais tarde, gravou seu primeiro álbum solo.
Já o Unamérica surgiu do encontro entre os então estudantes universitários Zé Martins e Dão Real, no primeiro Festival de Música Regional de Sapucaia do Sul, em 1983. O trabalho dos músicos é voltado à cultura popular regional e à difusão da música latino-americana.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia