Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de agosto de 2017. Atualizado às 18h40.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça Eleitoral

Alterada em 03/08 às 18h41min

Decisão do TSE mantém de Ary Vanazzi como prefeito de São Leopoldo

Vanazzi foi eleito prefeito de São Leopoldo com 30,26% dos votos válidos

Vanazzi foi eleito prefeito de São Leopoldo com 30,26% dos votos válidos


ANTONIO PAZ/ARQUIVO/JC
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o registro de candidatura de Ary Vanazzi (PT), prefeito eleito de São Leopoldo. A decisão foi tomada pelo pleno da Corte na sessão desta quinta-feira (3), confirmando decisão tomada pela ministra Rosa Weber em dezembro do ano passado e que garantiu a diplomação e posse do petista.
Uma semana depois do pleito em 2016, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu o registro da candidatura de Vanazzi, por unanimidade, a partir de recursos de três coligações que também disputaram a eleição à prefeitura de São Leopoldo.
Os partidos alegavam que a candidatura de Vanazzi deveria ter sido impugnada, em razão de condenações anteriores em processos por improbidade administrativa. Ele foi investigado pela destinação de verbas para o IV Fórum de Juventudes Políticas do Mercosul, realizado em 2007, em sua gestão como prefeito da cidade.
Ary Vanazzi foi eleito prefeito de São Leopoldo com 30,26% dos votos válidos. Este é o terceiro mandato do político em São Leopoldo, que esteve à frente da prefeitura entre 2005 e 2012.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia