Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 12 de agosto de 2017. Atualizado às 18h27.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

12/08/2017 - 18h26min. Alterada em 12/08 às 18h28min

Uma pessoa morreu e ao menos 19 ficaram feridas após atropelamento em Charlottesville

Carro atropelou manifestantes, ampliando ainda mais a tensão na cidade norte-americana

Carro atropelou manifestantes, ampliando ainda mais a tensão na cidade norte-americana


PAUL J. RICHARDS/AFP/JC
Uma pessoa morreu e ao menos 19 ficaram feridas depois que um carro atropelou pessoas que estavam protestando pacificamente contra manifestantes supremacistas neste sábado (12) na cidade de Charlottesville, no estado de Virgínia, nos Estados Unidos, informou o Hospital Universitário de Virgínia.
O incidente ocorreu cerca de duas horas depois de violentos conflitos entre supremacistas brancos que se reuniram para protestar contra os planos da cidade de remover uma estátua do general Confederado Robert E. Lee e outros manifestantes que chegaram para protestar contra o racismo.
Centenas de pessoas trocaram socos, chutes, lançaram garrafas e spray químicos. Muitos estavam munidos de paus e ferros. O governador do estado, Terry McAuliffe, declarou o estado de emergência e a polícia ordenou que as pessoas fossem embora.
O presidente Donald Trump condenou a violência em mensagem postada no Twitter.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia