Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de agosto de 2017. Atualizado às 23h43.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 09/08/2017. Alterada em 08/08 às 20h49min

Popularidade de Trump é a menor já registrada

Apenas 38% dos norte-americanos aprovam governo do republicano

Apenas 38% dos norte-americanos aprovam governo do republicano


BRENDAN SMIALOWSKI /BRENDAN SMIALOWSKI/AFP/JC
Uma pesquisa da CNN divulgada ontem mostra que a popularidade do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atingiu o índice mais baixo já registrado pela emissora. Enquanto apenas 38% dos norte-americanos aprovam seu governo, três em cada quatro dizem não confiar na maioria das informações da Casa Branca.
Conforme a pesquisa, 56% dos entrevistados desaprovam a conduta de Trump na presidência. Apenas o ex-presidente Bill Clinton manteve índice de aprovação abaixo dos 50% após seis meses de mandato, cuja avaliação ficou em 44% em 1993.
Em relação à veracidade de informações, menos de um quarto (24%) dizem confiar em tudo ou na maioria do que a Casa Branca diz, enquanto 30% afirmam que não acreditam em nada do que é divulgado.
A aprovação do governo caiu até mesmo entre os republicanos, partidários do presidente, de 73% em fevereiro para 59% agora. Entre os democratas, a desaprovação manteve-se em torno de 80%. Os ex-presidentes Barack Obama (51%) e George W. Bush (56%) foram vistos como bem-sucedidos após seis meses na presidência.
Apenas 43% dizem que Trump pode "trazer o tipo de mudança que o país precisa", abaixo dos 48% registrados em abril. Só 39% acreditam que ele tem condições de "gerenciar o governo efetivamente", ante 44% em abril.
As maiores desaprovações aparecem em saúde (62%), assuntos estrangeiros (61%), imigração (55%) e ajuda à classe média (54%). Quase metade (48%) desaprova seu tratamento em relação a impostos. A pesquisa da CNN entrevistou 1.018 adultos, e a margem de erro é de 3,6 pontos percentuais para mais ou para menos.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia