Débora e Catarina desenvolveram o negócio em Porto Alegre para deixar o ramo mais profissionalizado As sócias dão treinamentos para quem faz parte do casting Foto: DANIEL SASSO/DIVULGAÇÃO/JC

Criada em Porto Alegre plataforma para quem quer trabalhar com monitoria de eventos

O Castlink aproxima profissionais a contratantes e dá treinamentos

Lançada em maio, em Porto Alegre, a plataforma Castlink é uma espécie de Uber que une agências de eventos a profissionais. A descrição é feita por uma das sócias do negócio, a jornalista Débora Pisigodinski Harbæk, 36 anos. Os interessados pagam R$ 50,00 por semestre para ter sua foto e perfil disponíveis em www.castlink.com.br, facilitando a busca de contratantes.
A empreitada é voltada para quem quer trabalhar em feiras, congressos e atividades em geral que demandem pessoal. “Há quem se dedique só a isso. Queremos que não seja encarado como bico. Talvez não tenha emprego, mas tem trabalho”, diz Débora.
Catarina Wey, 37, produtora de eventos, está junto na empreitada. E não é a primeira vez que a dupla embarca no empreendedorismo. Elas também são administradoras do espaço de coworking Pentágono, na Capital.
Para evitar que os candidatos a prestar serviços em eventos frustrem as expectativas dos clientes, a Castlink promete treinamentos. “Não basta uma carinha bonita se as pessoas são mal treinadas, se não têm postura”, opina Débora.
O site é responsivo e um aplicativo deve ser desenvolvido. A plataforma ainda permite que os profissionais controlem suas agendas de eventos.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio