Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 11 de agosto de 2017. Atualizado às 00h02.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol Internacional

Notícia da edição impressa de 11/08/2017. Alterada em 10/08 às 21h32min

PSG dobra contingente, e Neymar tem seguranças 24 horas por dia

O maior investimento da história do futebol mundial está sendo vigiado 24 horas por dia por seguranças. Em seus primeiros dias como jogador do PSG, Neymar tem sido acompanhado por profissionais cedidos pelo clube, que têm a missão de conter a agitação em torno do craque brasileiro.
A informação é do jornal Le Parisien. "A mobilização é total ao redor dele. A iniciativa é para que sua integração seja muito rápida", afirmou uma fonte do clube ao tabloide francês. De acordo com a publicação, o contingente de segurança do PSG foi dobrado em razão de Neymar. O Le Parisien diz que o atacante brasileiro tem circulado por Paris com um aparato "digno de um chefe de Estado".
Com Neymar, o PSG voltou aos treinos na quarta-feira, já focando o compromisso do próximo domingo contra o Guingamp, válido pela segunda rodada do Campeonato Francês. O time da capital estreou na Ligue 1 no sábado passado com vitória de 2 a 0 sobre o Amiens.
A expectativa do clube é que Neymar estreie neste fim de semana, mas o PSG terá que correr contra o tempo para regularizar a situação do brasileiro, contratado por € 222 milhões - valor da multa rescisória de seu contrato com o Barcelona. Resta ao clube francês aguardar a documentação, que parte do time catalão até a Federação Francesa, passando antes pela Real Federação Espanhola de Futebol.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia