Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 30 de agosto de 2017. Atualizado às 13h23.

Jornal do Comércio

Expointer 2017

COMENTAR | CORRIGIR

Construção civil

30/08/2017 - 13h24min. Alterada em 30/08 às 13h26min

Empreendimento adota sustentabilidade e quer atrair público da feira

EXPOINTER 2017
Matéria sobre Lojas Paludo e empreendimento imobiliário Vila Romana Residence
na foto: David Paludo

Empreendimento Vila Romana fica no Centro de Esteio e inclui solução em acústica e preço, diz grupo


JONATHAN HECKLER/JC
A Expointer que vai até este domingo, no Parque de Exposições Assis Brasil, também alavanca o mercado imobiliário na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA). O fluxo de expositores e público, que deve ultrapassar 350 mil visitantes na atual edição, anima o setor e turbina empreendimentos como o Vila Romana, do Grupo Paludo, em Esteio.
A construção, que deve ser concluída no segundo semestre, aposta em sustentabilidade, com uso de energia solar a partir de painéis fotovoltaicos para o consumo nas áreas comuns, e soluções construtivas que aplicam materiais para isolamento acústico e térmico, além de unidades com espaço e relação preço e localização. "O uso de energias limpas vai representar economia e teremos um dos condomínios de menor preço na cidade", valoriza o empresário.
"Estamos aqui entre Novo Hamburgo e Porto Alegre. Se a pessoa mora em uma zona mais distante na Capital, pode chegar mais rápido a partir daqui", diz o diretor do grupo, David Paludo, que considera o projeto com preços competitivos frente a opções imobiliárias que surgem nos centros maiores. Cada unidade tem quase 130 metros quadrados. Paludo avisa que tem poucas unidades disponíveis.
O empreendedor observa que há soluções que diferenciam o projeto, como área que permite instalação das máquinas de ar condicionado dos apartamentos, evitando que sejam colocados na fachada. "Aqui não tem rapel para colocar equipamentos", avisa o empreendedor. O projeto 
O Vila Romana começou a ser erguido em 2014, e foi projetado para aproveitar potenciais do mercado fora de Porto Alegre. A Região Metropolitana (RMPA) mostra que o setor busca ser opção para investidores e para quem busca imóveis para morar. O empresário mostra que a crise "não é a mesma para todas as empresas". "Enxergamos muitas oportunidades, por isso apostamos no mercado de Esteio", ressalta.
Um dos atrativos, principalmente para garantir o movimento ao longo do dia, é a existência de uma filial da loja de departamentos, com produtos de moda à cama e mesa, da rede Paludo. O grupo que tem unidades na RMPA e interior está expandindo também. São 48 lojas, e uma nova está abrindo em Sapucaia do Sul.   
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia