Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 11 de agosto de 2017. Atualizado às 00h02.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 11/08/2017. Alterada em 10/08 às 21h13min

Patrimônio em private banking aumenta 7,3%

O patrimônio do segmento de private banking cresceu 7,3% no primeiro semestre do ano em relação ao observado no final do ano passado, para R$ 892,3 bilhões, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). De acordo com a entidade, o crescimento deve-se à valorização dos ativos e pelos novos aportes no período.
Os fundos de investimento são as principais aplicações na carteira dos clientes de private, com R$ 416 bilhões, e a queda das taxas de juros tem favorecido os multimercados. Já as aplicações na previdência subiram 13,6% no primeiro semestre, para R$ 85,5 bilhões, representando, assim, 9,6% da carteira do private. No semestre, segundo a Anbima, renda fixa foi o único ativo com queda, refletindo a redução do volume em operações compromissadas.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia