Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 10 de agosto de 2017. Atualizado às 10h18.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 10/08/2017. Alterada em 09/08 às 20h52min

Pintou um clima

JOÃO CARLOS LAZZAROTO/DIVULGAÇÃO/JC
Entre tantas comemorações dos 88 anos do empresário Raul Randon, incluindo documentário em cinema, esta foi uma das mais emocionantes para ele: a do Florescer, de Caxias do Sul, programa de responsabilidade social idealizado por Randon. Para a criançada que o homenageou, disse: "Sejam felizes como eu sou com vocês". O aniversariante entrou completamente no clima.

Este país de quem é?

No tempo do regime militar, em 1976, o presidente da Arena, partido do governo, o mineiro Francelino Pereira, deparou-se com uma situação inusitada e, num desabafo, disse "que país é este?", que se espalhou País afora. Vale o mesmo desabafo interrogativo diante da truculência dos caminhoneiros quando trancam rodovias. "Nosso" este país seguramente não é.

À noite sonhamos

É alguma coisa que Cabral trouxe ou botaram na água. Os governantes brasileiros têm sérias resistências à sinalização de ruas e rodovias. Ausentes ou deficientes, essa é a regra. No nosso caso, uma cidade digna desse nome seria aquela em que um forasteiro conseguisse ir do ponto A para o ponto B apenas seguindo a sinalização viária.

Conversa à toa

Pesquisa do SPC Brasil/CNDL revelou dados notáveis, como o fato de 24% dos pesquisados terem declarado que gastarão mais em medicamentos, e que roupas, calçados e acessórios sejam alvos colimados por apenas 19%, percentual igual ao da recarga do celular pré-pago. Até a novela das 9 é contada pelos usuários. Quantos bilhões os brasileiros gastam conversando à toa?

A casa da Mãe Joana

Com o arquivamento do processo sobre a tomada da mesa diretora do Congresso Nacional, em que seis senadoras fizeram piquenique com direito a marmitas subsidiadas pelo contribuinte, a Comissão de Ética do Senado abriu a porteira para despautérios semelhantes no futuro. Poderia mudar o nome para a senhora que dá o título desta nota.

Maioridade

O caderno cultural Viver, do Jornal do Comércio, completou ontem 21 anos. Como acontece todas as sextas-feiras nessas mais de duas décadas, o suplemento com a agenda completa do fim de semana será publicado amanhã no JC.

Crédito e apoio I

Prefeitos de 31 municípios da região do Alto Uruguai encaminharam à presidência da República pedido de descontingenciamento do crédito que bancos de desenvolvimento, como o BRDE, destinam aos municípios da região Sul. Os prefeitos querem contar com crédito e apoio técnico para investimentos em infraestrutura. Uma cópia foi entregue ao presidente do BRDE, Odacir Klein, e ao diretor de Planejamento, Luiz Noronha.

Crédito e apoio II

O pleito dos prefeitos faz todo sentido, porque, hoje, os bancos de desenvolvimento não podem repassar recursos aos municípios sem destaque de capital, que vem a ser uma medida prudencial em caso de inadimplência. A mobilização na região teve início a partir de uma palestra de Luiz Noronha sobre o Programa BRDE Municípios, em março passado, na Universidade de Passo Fundo.

O petróleo pode ser nosso

As licitações da Agência Nacional de Petróleo (ANP) incluirão blocos da Bacia de Pelotas, o que ouriça a Metade Sul. Desde os anos 1950 que lideranças locais estavam certas de que existia petróleo no Litoral, certeza baseada em laudos de geólogos. A Paulipetro do governo Paulo Maluf fez sondagens que não deram em nada. A governadora Yeda Crusius (PSDB, 2007-2010) dizia que os geólogos achavam ser possível encontrar reservas de gás natural.

Gold Chef

É hora de afiar as facas e esquentar as panelas. A Cooperativa Vinícola Garibaldi lança a 2ª edição do Gold Chef Brasil. As inscrições vão até 25 de agosto, no goldchefbrasil@vinicolagaribaldi.coop.br. A competição visa encontrar, entre cozinheiros amadores, a melhor e mais saborosa receita.
 

Miúdas

  • DECIDIDAMENTE, tucanos não se bicam. Geraldo Alckmin e João Doria. Pouco ninho para muita disputa.
  • ALIÁS, o governador paulista será o palestrante do almoço Brasil de Ideias, amanhã, no Sheraton. Falará sobre PPPs.
  • FAIXA que o governo Michel Temer (PMDB) queria garfar com aumento de alíquota é a que mais consome.
  • INEVITAVELMENTE haveria redução de consumo, o que significa menos arrecadação. É o famoso tiro no pé.
  • O QUE impressiona é que ninguém do governo federal tenha se antenado para a reação que fatalmente viria, como veio.

Finais

  • SENADORA gaúcha Ana Amélia Lemos (PP) recebeu, em São Paulo, o prêmio Octavio Frias de Oliveira/Instituto do Câncer.
  • EXPOSIÇÃO fotográfica "Passado Presente", em homenagem aos 193 anos da imigração alemã, foi prorrogada até o dia 21. Está na Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo.
  • DEPUTADO estadual Marcel van Hattem (PP) será o palestrante da reunião-almoço de segunda-feira da CIC Caxias do Sul.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
JORGE BACKES 10/08/2017 08h53min
MOTORISTAS DE CAMINHÃO - AQUI EM POA QUALQUER SINDICATINHO BLOQUEIA RUA, SAÍDA DE ÔNIBUS DE GARAGEM E OUTRAS..... PORQUE CAMINHONEIROS NÃO PODEM....