Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de julho de 2017. Atualizado às 13h37.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

partidos

16/07/2017 - 17h36min. Alterada em 17/07 às 13h41min

Manifestantes protestam contra aumento do fundo eleitoral

Em Porto Alegre, a ação ocorreu no Parque Moinhos de Vento

Em Porto Alegre, a ação ocorreu no Parque Moinhos de Vento


MARCELO G. RIBEIRO/JC
Apesar da chuva e do frio, manifestantes participaram neste domingo (16) de uma manifestação organizada pelo Partido Novo, na esquina da avenida Goethe com a rua Mostardeiros, contra o aumento do fundo partidário nas eleições gerais de 2018. Os manifestantes estenderam faixas nos semáforos e distribuíram panfletos aos motoristas. Com a proibição do financiamento empresarial nas campanhas eleitorais em 2015, a Câmara dos Deputados estuda aumentar a verba pública nas eleições para pelo menos R$ 3 bilhões, segundo o relator da reforma eleitoral no Parlamento, deputado federal Vicente Candido (PT-SP). Entretanto, alguns parlamentares defendem que o valor seja de R$ 6 bilhões. Além do fundo eleitoral, os partidos continuariam recebendo dinheiro do fundo partidário (cerca de R$ 820 milhões) e as doações de pessoas físicas (até 10% dos rendimentos declarados à Receita Federal). O protesto também pediu o fim do foro privilegiado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia