Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de julho de 2017. Atualizado às 23h12.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Oriente Médio

Notícia da edição impressa de 14/07/2017. Alterada em 13/07 às 20h49min

Israelenses e palestinos chegam a acordo sobre água, diz EUA

O assessor da Casa Branca Jason Greenblatt, que foi enviado ao Oriente Médio pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que israelenses e palestinos chegaram a um acordo sobre abastecimento de água, vinculado a um projeto de encanamento no Mar Vermelho e no Mar Morto. Em coletiva de imprensa, Greenblatt disse ontem que o acordo mediado pelos EUA confere aos territórios palestinos atingidos pela seca 32 milhões de metros cúbicos de água por ano.
Israel começará a fornecer abastecimento à Cisjordânia e à Faixa de Gaza a uma taxa reduzida. Essa água será eventualmente fornecida por uma fábrica de dessalinização ligada ao encanamento do Mar Vermelho e do Mar Morto.
Espera-se que o projeto de oleoduto seja concluído em quatro ou cinco anos. Os negociadores norte-americanos, israelenses e palestinos esperam que o acordo possa ser uma plataforma para futuras negociações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia