Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 09 de julho de 2017. Atualizado às 22h34.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 10/07/2017. Alterada em 09/07 às 22h28min

Inundações atingem o Sudoeste do Japão; número de mortos chega a 18

O número de mortos pelas grandes inundações no Sudoeste do Japão continua subindo. Autoridades do país confirmaram 18 mortos. Na semana passada, chuvas torrenciais provocaram danos em estradas, casas e plantações de arroz. Houve cortes de eletricidade, atrasos em linhas de trem e fechamento de escolas. Ao menos 27 pessoas continuam desaparecidas. 
Neste domingo, aproximadamente 12 mil socorristas enfrentavam a chuva e a lama espessa para procurar pessoas desaparecidas e isoladas. "Estamos fazendo o possível para auxiliar as vítimas", declarou à imprensa o porta-voz do governo, Yoshihide Suga. Mais de 500 pessoas estão ilhadas, segundo a rede de televisão japonesa NHK.
Na quinta-feira, autoridades emitiram ordem de retirada para cerca de 600 mil pessoas na província de Fukuoka e outras 270 mil na província de Oita, na ilha de Kyushu, a 900 quilômetros de Tóquio. Em 24 horas, foram registrados 540 milímetros de chuva, o equivalente a 45 dias na temporada chuvosa. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia